PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Com gol no fim, Vasco vence Caracas pela Sula e quebra incômodo jejum

Atacante Tiago Reis fez o gol da vitória do Vasco aos 42 minutos do segundo tempo - ALEXANDRE LOUREIRO/CONMEBOL
Atacante Tiago Reis fez o gol da vitória do Vasco aos 42 minutos do segundo tempo Imagem: ALEXANDRE LOUREIRO/CONMEBOL

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/10/2020 23h26

Classificação e Jogos

O jogo foi ruim, Carlinhos perdeu pênalti mas, no fim, mais precisamente aos 42 minutos do segundo tempo, o Vasco chegou à vitória por 1 a 0 sobre o Caracas (VEN) - com gol de Tiago Reis - e largou na frente no confronto pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

Com o resultado, o Cruz-maltino terá agora a vantagem do empate no duelo de volta, na Venezuela, que acontecerá no dia 4 de novembro. De quebra, ainda pôs fim ao incômodo jejum de vitórias que já durava nove partidas.

Neste domingo (1), o Vasco vira a chave novamente para o Campeonato Brasileiro, onde visita o lanterna Goiás. O time do técnico Ricardo Sá Pinto está na zona de rebaixamento, na 17ª colocação.

Tiago Reis ressurge

Revelado nas categorias de base e jogador de destaque na campanha do vice-campeonato da Copinha de 2019, o atacante Tiago Reis não vinha sendo aproveitado pelo técnico Ramon Menezes, mas ganhou uma inesperada chance em campo após a expulsão de Ygor Catatau no segundo tempo e, ao seu melhor estilo oportunista, garantiu a vitória e ressurgiu das cinzas com o técnico Ricardo Sá Pinto.

Carlinhos perde pênalti e vai mal

Responsável por tentar criar as jogadas, o meia Carlinhos foi muito mal e ainda perdeu um pênalti no segundo tempo, onde cobrou fraco e facilitou a defesa do goleiro Velásquez.

Catatau é expulso com 11 minutos em campo

A noite foi tão bizarra que Ygor Catatau foi expulso estando apenas 11 minutos em campo. Ele entrou aos 26 minutos do segundo tempo e foi expulso aos 37.

Ribamar perde gol feito

Ribamar teve a chance de abrir o placar para o Vasco logo aos 18 minutos do primeiro tempo, quando recebeu um cruzamento da esquerda e, sozinho, cabeceou para fora, perdendo uma grande oportunidade.

O que é isso, Léo Gil!?

Ainda no primeiro tempo, o argentino Léo Gil cobrou um escanteio extremamente bizarro, com a bola saindo para fora a apenas cinco metros da bandeirinha.

Sá Pinto 'incomoda' auxiliar

Durante o primeiro tempo, um dos auxiliares pediu que Ricardo Sá Pinto gritasse um pouco menos em seu ouvido. A cena causou espanto ao português.

Foi pênalti?

No fim do primeiro tempo, Carlinhos recebeu um cruzamento da direita e foi derrubado. O meia pediu pênalti, mas a arbitragem mandou seguir.

Veja como foi o aquecimento do Vasco

VASCO 1 X 0 CARACAS

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Michael Espinoza (PER)
Auxiliares: Coty Carrera (PER) e Raúl López Cruz (PER)
Cartões amarelos: Cayo Tenório (VAS); Febres, Guarirapa (CAR)
Cartões vermelhos: Ygor Catatau (VAS)
Gols: Tiago Reis, aos 42 minutos do segundo tempo (VAS)

Vasco
Fernando Miguel, Cayo Tenório, Miranda, Leandro Castan e Henrique; Andrey, Leonardo Gil (Marcos Júnior) e Carlinhos (Ygor Catatau); Vinícius (Guilherme Parede), Ribamar (Tiago Reis) e Talles Magno. Técnico: Ricardo Sá Pinto

Caracas
Velásquez, Casiani, Villanueva, Osio e Notaroberto; Castillo, Junior Moreno e Luis González; Robert Hernández, Celis e Blanco. Técnico: Noel Sanvicente.

Vasco