PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio repete modelo de negócio e se aproxima de acordo por meia uruguaio

Divulgação/Sampdoria
Imagem: Divulgação/Sampdoria

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

27/10/2020 04h00

O Grêmio avançou nas tratativas para contratar Gastón Ramírez, meia-atacante da Sampdoria. As conversas são para transferência definitiva e há otimismo entre os dirigentes gremistas para conclusão do negócio ainda nesta semana. O uruguaio é desejo para disputar posição com Jean Pyerre, em recuperação de desconforto muscular e com histórico de lesões desde setembro de 2019.

O modelo de negócio é muito semelhante ao que garantiu contratação de Diego Churín, ex-Cerro Porteño, do Paraguai. Investida na reta final de contrato com valor de compensação como investimento abaixo da média no mercado da bola.

Aos 29 anos, Ramírez está na Europa desde 2010 — quando trocou o Peñarol pelo Bologna.

Segundo apurou o UOL Esporte, as conversas "estão bem avançadas". Restando ajustes nos termos de compensação para a Sampdoria. Gastón Ramírez e o clube possuem vínculo até metade de 2021.

O cenário é idêntico ao que vivia Churín em Assunção, no Paraguai. O contrato com o Cerro Porteño se aproximava do fim e a chance de renovação era pequena. A oferta gremista seduziu o centroavante e esquentou as tratativas com o clube.

A ala mais cautelosa da diretoria gremista entende que "resta longo caminho" pela frente para fechar negócio por Ramírez. Entretanto, é voz corrente no Grêmio que acordo com os dirigentes italianos é esperado para os próximos dias.

Até aqui, o uruguaio participou de todos os jogos do time na arrancada do Campeonato Italiano: nas duas primeiras rodadas, começou no banco, mas nos três jogos mais recentes foi titular e saiu ao longo da etapa final.

Formado na base do Peñarol, Ramírez tem passagens pela seleção uruguaia. Na Europa, também atuou pelo Southampton, Hull City e Middlesbrough — todos da Inglaterra —, antes de regressar à Itália, em 2016.

Futebol