PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cristiano Ronaldo testa positivo de novo para covid e não enfrenta o Barça

Cristiano Ronaldo, durante partida da Juventus - REUTERS/Alberto Lingria
Cristiano Ronaldo, durante partida da Juventus Imagem: REUTERS/Alberto Lingria

Do UOL, em São Paulo

27/10/2020 16h54

Classificação e Jogos

O tão aguardado duelo entre Cristiano Ronaldo e Messi pela Liga dos Campeões não irá acontecer. Ao menos na primeira partida entre Juventus e Barcelona pela fase de grupos da Liga dos Campeões, amanhã, às 17h. O português testou positivo novamente para covid-19 e não poderá jogar.

Cristiano Ronaldo não participou do último treino da Juventus antes do duelo contra o Barcelona, válido pela fase de grupos da Liga dos Campeões. Ele dificilmente teria condições de jogar, mas a confirmação do novo teste positivo tira de vez a possibilidade de jogo.

O camisa 7 testou positivo para a covid-19 pela primeira vez no dia 13 de outubro, quando estava com a seleção portuguesa. Ele não apresentou sintomas. Depois do resultado positivo, CR7 deixou Portugal e retornou a Turim, na Itália, para cumprir quarentena.

Já no último dia 22, o atacante voltou a testar positivo quando estava isolado e ainda assintomático.

Cristiano Ronaldo já perdeu três partidas da Juventus desde que foi diagnosticado com a doença. Foram dois jogos do Campeonato Italiano e um da Liga dos Campeões.

Em meio ao diagnóstico, o português foi alvo de críticas feitas pelo ministro italiano dos esportes, Vincenzo Spadafora. O ministro afirmou que o jogador violou os protocolos sanitários contra a covid-19 e está sendo investigado pela Promotoria de Turim.

Na primeira rodada do grupo, o Barcelona goleou o Ferencváros, da Hungria, por 5 a 1. Já a Juventus venceu o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, por 2 a 0.

Também nesta quarta-feira, às 17h (horário de Brasília), o Ferencváros recebe o Dínamo de Kiev. A equipe visitante é a favorita para ocupar a terceira colocação e conquistar uma classificação para fase avançada da Liga Europa nesta temporada.

Futebol