PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Candidato à presidência do Benfica diz que não teria contratado Jorge Jesus

Rui Gomes da Silva afirmou no entanto que, caso vença a eleição, não deve demitir o português - Reprodução
Rui Gomes da Silva afirmou no entanto que, caso vença a eleição, não deve demitir o português Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

26/10/2020 11h12

Rui Gomes da Silva, um dos candidatos à presidência do Benfica em eleição que ocorre ainda nesta semana, afirmou que não teria contratado Jorge Jesus caso estivesse no cargo.

Em entrevista à Sport TV, o advogado e ex-ministro português falou que queria alguém com maior "visibilidade" no comando técnico do clube, mas que não vai despedir o ex-Flamengo caso seja eleito.

"Jorge Jesus não seria o meu treinador, mas sim alguém com visibilidade no estrangeiro. Se for presidente do Benfica vou aceitar quem está lá, não há maneira de o demitir. Espero que ele entenda o meu projeto", afirmou Rui.

Ao ser questionado sobre técnicos com mais fama que Jesus, ele citou o nome do italiano Giovanni Trapattoni, já aposentado do mundo da bola.

Futebol