PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Messi vive jejum contra o Real Madrid desde a saída de Cristiano

Messi tenta drible contra Varane, zagueiro do Real Madrid - Alex Caparros/Getty Images
Messi tenta drible contra Varane, zagueiro do Real Madrid Imagem: Alex Caparros/Getty Images

Rafael Serra

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/10/2020 15h54

Muitos dizem que o antagonismo entre Messi e Cristiano Ronaldo na Espanha foi primordial para que os dois se revezassem no topo do futebol mundial por mais de uma década. Por coincidência, desde que o português deixou o Real Madrid, em julho de 2018, o camisa 10 do Barcelona não marcou nenhum gol nos clássicos que disputou contra o maior rival.

Ao passar em branco na derrota por 3 a 1, hoje (24), pela sexta rodada do Espanhol, Messi igualou sua pior sequência sem marcar diante da equipe merengue: seis partidas, marca igual a registrada entre abril de 2014 e abril de 2017.

O último tento anotado pela Pulga contra o Real foi no empate em 2 a 2, a poucas rodadas do fim do segundo turno do Campeonato Espanhol na temporada 2017-18. Cristiano também marcou naquele jogo, que ficou marcado pela recusa da equipe de Zidane em fazer o "pasillo", ritual tradicional pelo qual a equipe adversária aplaude os campeões nacionais na entrada do gramado na rodada seguinte à confirmação do título; e por ser também o último clássico do meia Andrés Iniesta pelo Barcelona.

Messi é o maior artilheiro da história do clássico espanhol, com 26 gols marcados em 44 jogos. Di Stéfano e Cristiano Ronaldo dividem a segunda posição da lista, com 18 tentos.

Futebol