PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Bastidores: MP-RJ acusa Flu e Mário de propaganda eleitoral para Paes

Mário Bittencourt com Eduardo Paes, Laura Carneiro e Deley no CT do Fluminense - Reprodução/Instagram
Mário Bittencourt com Eduardo Paes, Laura Carneiro e Deley no CT do Fluminense Imagem: Reprodução/Instagram

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/10/2020 17h12

Classificação e Jogos

Uma visita, uma foto e o Fluminense virou alvo do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). O presidente Mário Bittencourt recebeu o candidato a prefeito Eduardo Paes (DEM) no CT Carlos Castilho. Concorrente de Paes à prefeitura, a delegada Martha Rocha (PDT) entrou com representação na Justiça alegando descumprimento da Lei Eleitoral por propaganda.

O MP-RJ, então, deu parecer de procedência à representação de Martha Rocha, e pediu uma multa que pode chegar a R$ 50 mil tanto ao clube quanto ao dirigente. A notícia foi primeiro veiculada pelo "Netflu" e confirmada pelo UOL Esporte.

O encontro no CT do Flu na Barra da Tijuca também teve a presença da deputada federal Laura Carneiro (DEM) e de Deley, que foi deputado federal, ídolo como jogador na década de 1980 e candidato à presidência do clube em 2013 — derrotado por Peter Siemsen.

Eduardo Paes esteve no CT Carlos Castilho no início de outubro - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Eduardo Paes visitou o CT do Fluminense no início de outubro
Imagem: Reprodução/Instagram

Na ocasião, todos foram presenteados com camisas personalizadas do Tricolor, o que a Justiça considerou "manejo de recursos, tempo e disposição de funcionários para a confecção de tais materiais", argumento utilizado para contrariar a versão dos envolvidos de que o encontro seria informal e privado.

Fluminense