PUBLICIDADE
Topo

Futebol

STJD indefere pedido de anulação de jogo com SP feito pelo Grêmio

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

21/10/2020 15h26

Classificação e Jogos

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) indeferiu o pedido de anulação da partida entre São Paulo e Grêmio, pela 17a rodada do Campeonato Brasileiro. O ofício foi encaminhado pelos dirigentes gaúchos, que contestaram a atuação de Rafael Traci e o fato de a escala de arbitragem ter sido alterada depois de encontro de dirigentes do São Paulo na CBF.

O argumento de Otávio Noronha, presidente do STJD, é que não houve "erro de direito" no jogo entre São Paulo e Grêmio, que terminou empatado sem gols no Morumbi.

Em trecho da nota oficial, o mandante do Tribunal chega a afirmar que o Grêmio também não conseguiu apresentar erro de direito para sustentar o pedido.

"É justamente o que ocorre no presente caso, onde o próprio Requerente, em sua Exordial, embora tenha esforçadamente tentando, por vezes tangenciar e fazer parecer que não, acaba ao fim e ao cabo, por revelar que pretende, nesta via estreita, de fundamentação vinculada, discutir suposto erro de interpretação na aplicação de dois cartões vermelhos e da (não) marcação de duas penalidades máximas pela arbitragem, e não erro de direito"

Noronha também escreve que o encontro entre CBF e São Paulo, antes do jogo, não pode se confundir com erro de direito.

"Acresça-se que as questões relativas à suposta irregularidade na modificação da escala da arbitragem, não se equiparam de jeito nenhum aos erros de direito em decisões da arbitragem, e deverá, se for o caso, ser levada ao foro adequado".

O Grêmio reclama de quatro lances da partida. Duas divididas na área do São Paulo, Pepê e Geromel foram derrubados por Reinaldo. E entradas de Tchê Tchê e Daniel Alves em Alisson e Luiz Fernando, respectivamente.

Futebol