PUBLICIDADE
Topo

Vasco

'Pilhado' e com novas metodologias: Sá Pinto inicia o seu estilo no Vasco

Ricardo Sá Pinto comandou dois treinamentos no Vasco antes de sua estreia contra o Corinthians hoje - Rafael Ribeiro / Vasco
Ricardo Sá Pinto comandou dois treinamentos no Vasco antes de sua estreia contra o Corinthians hoje Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/10/2020 04h00

Classificação e Jogos

Foram apenas dois treinamentos, mas suficientes para Ricardo Sá Pinto transmitir um pouco do seu estilo ao elenco do Vasco. Regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol, o técnico português estreia hoje (21), contra o Corinthians, 'pilhado' e com novas metodologias. A partida começa às 21h30, em São Januário, e é válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro,

A primeira mudança na rotina dos jogadores foi notada de cara, logo no primeiro dia, quando os atletas se reapresentaram após a derrota por 2 a 0 para o Internacional, em Porto Alegre, e os que iniciaram a partida foram chamados para uma atividade tática e técnica, diferentemente de apenas o regenerativo, como estavam acostumados.

No treino, Sá Pinto cobrou muita intensidade, movimentação e toques rápidos. Em dado momento, chegou até mesmo a dar um 'tapinha' nas nádegas do lateral esquerdo Neto Borges em um momento de cobrança.

A ação foi flagrada no material do treinamento divulgado pela Vasco TV e o trecho exato foi recortado e viralizado pelos torcedores nas redes sociais.

Observação da social

Em certo período, Sá Pinto quis observar as atividades nas cadeiras do setor social acompanhado de seu único auxiliar brasileiro: Alexandre Grasseli, que era técnico do sub-20, foi efetivado e comandou interinamente a equipe nas derrotas para Flamengo e Inter.

Grasseli é quem tem dado um panorama do que o português tem à disposição no elenco e também servirá para ser um elo entre o técnico e a base.

Consulado na segunda e regularizado ontem

Para estar em campo, Sá Pinto e a diretoria do Vasco correram contra o tempo. O treinador precisou ir cedo, pela manhã de segunda, ao consulado português regularizar sua documentação e obter o visto de trabalho.

Ontem (20), foi a vez do departamento jurídico do clube fazer sua parte para inscrevê-lo no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, algo que foi feito durante a tarde.

Além dele, estarão no jogo o auxiliar, Rui Mota, o preparador físico, João Moreira, e o analista de desempenho, Igor Dias.

O contrato da comissão técnica com o Vasco vai até o fim do Campeonato Brasileiro, em fevereiro de 2021.

Salários atrasados e tabus

O cenário encontrado por Sá Pinto em seu início de trabalho está longe de ser dos melhores. Ontem, o clube chegou - segundo seu discurso - aos três meses de salários atrasados aos funcionários (setembro, agosto e julho) e dois ao elenco e integrantes do departamento de futebol profissional (setembro e agosto), além dos dois meses das parcelas do acordo das dívidas com o grupo.

Dentro de campo, a equipe está há seis rodadas sem vencer no Brasileirão e não supera o Corinthians há dez anos.

Vasco