PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

SPFC goleia Binacional por 5 a 1, evita vexame e vai à Sul-Americana

São Paulo bateu o Binacional no jogo da sexta rodada do Grupo D da Libertadores - Staff Images / CONMEBOL
São Paulo bateu o Binacional no jogo da sexta rodada do Grupo D da Libertadores Imagem: Staff Images / CONMEBOL

Do UOL, em São Paulo

20/10/2020 23h26

Classificação e Jogos

O São Paulo venceu o Binacional por 5 a 1 na noite de hoje (20), pela sexta rodada do Grupo D da Copa Libertadores, com gols de Vitor Bueno, Brenner, Pablo (duas vezes) e Arboleda. Jean Deza fez o único gol do visitante no duelo disputado no Morumbi.

Com o resultado, o Tricolor paulista fica na terceira posição do Grupo D, com sete pontos conquistados, cinco a menos que a LDU, vice-líder. O time já estava eliminado do torneio, mas ficou com a vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana.

O Binacional terminou como lanterna da chave, com três pontos apenas. Curiosamente, os peruanos só venceram o São Paulo na competição continental. Nem um triunfo no jogo disputado no Peru seria o suficiente para dar a vaga ao SPFC nas oitavas de final.

Quem foi bem: Pablo

Escalado na vaga de Luciano, lesionado, Pablo marcou dois gols diante do Binacional, na noite de hoje. O dono da camisa 9 marcou de voleio no início da etapa complementar e fez um gol em jogada de pivô nos minutos finais. O atacante foi o grande nome da partida ocorrida no Morumbi.

Quem foi mal: Arango

Escalado pelo lado esquerdo do campo, o atacante teve dificuldades para criar. Ele não conseguiu chegar ao gol defendido por Tiago Volpi no duelo e pouco exigiu de Tchê Tchê, improvisado na lateral direita. Com a atuação ruim, o atleta acabou substituído por Gularte na etapa final.

Arboleda volta ao SPFC após dois meses e deixa a sua marca

Depois de dois meses sem jogar como titular do São Paulo — a última partida foi em 20 de agosto passado, diante do Bahia —, Arboleda retomou a condição com o pé direito, diante do Deportivo Binacional. O equatoriano entrou na vaga de Diego Costa, poupado, e deixou a sua marca aos nove minutos da etapa final. Ele aproveitou sobra em cabeceio de Pablo e estufou a rede de Fernández. O zagueiro não sabia o que era balançar as redes desde 29 de janeiro, quando marcou diante da Ferroviária, pelo Campeonato Paulista.

Atuação do São Paulo

O São Paulo foi superior ao Binacional durante toda a partida contra o Binacional. Com mais posse de bola, o time de Fernando Diniz criou opções pelos lados e pelos meios. Daniel Alves comandou o meio de campo ao lado de Vitor Bueno e Igor Gomes. O trio foi quem se responsabilizou por criar os lances de perigo e municiar a dupla que atuou no ataque — Brenner e Pablo. Com a facilidade para criar, o Tricolor paulista converteu boa parte das oportunidades e goleou a equipe peruana no Morumbi.

Atuação do Binacional

Fechado no campo de defesa, o time visitante não conseguiu criar. Jean Deza e Guachire foram os responsáveis pelas pouquíssimas oportunidades da equipe. A maioria dos lances ocorreu pelos lados do campo, mas o time não tinha uma referência na grande área para concluir.

Cronologia do jogo

Vitor Bueno recebeu de Bruno Alves na intermediária ofensiva e acertou um belo chute da intermediária para abrir o placar aos seis minutos de jogo. Aos 34, foi a vez de Brenner deixar a sua marca. O centroavante recebeu de Vitor Bueno e estufou a rede adversária. Ainda no primeiro tempo, aos 40, Jean Deza marcou um golaço após jogada pelo lado esquerdo do ataque.

Na volta do intervalo, o São Paulo foi avassalador. Pablo marcou um golaço de voleio aos cinco do segundo tempo. Quatro minutos mais tarde, foi a vez de Arboleda balançar a rede. O zagueiro aproveitou sobra em cabeceio de Pablo e celebrou. Pablo recebeu de Toró aos 39 minutos do segundo tempo para balançar a rede.

Daniel Alves é substituído por opção de Diniz pela 1ª vez em 2020

Daniel Alves foi substituído por Rodrigo Nestor aos 20 minutos do segundo tempo. Esta foi a primeira vez na temporada que o meio-campista deixou o gramado por opção de Fernando Diniz. Nos outros 25 jogos, o veterano completou 24 deles. A única substituição, no triunfo sobre o Athletico-PR, em 26 de agosto, foi por causa de uma lesão do atleta. A alteração, portanto, ocorreu por uma necessidade do comandante.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO x BINACIONAL

Motivo: 6ª rodada do Grupo D da Libertadores 2020
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 20 de outubro de 2020 (terça-feira)
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Facundo Tello (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Pablo González (ARG)

Gols: Vitor Bueno, aos seis minutos do 1º tempo (1-0); Brenner, aos 34 minutos do 1º tempo (2-0); Jean Deza, aos 40 minutos do 1º tempo (2-1); Pablo, aos 5 minutos do 2º tempo (3-1); Arboleda, aos 9 minutos do 2º tempo (4-1); Pablo, aos 39 minutos do 2º tempo (5-1).

São Paulo: Tiago Volpi; Tchê Tchê, Bruno Alves, Arboleda e Léo; Luan (Toró), Daniel Alves (Rodrigo Nestor), Vitor Bueno (Helinho) e Igor Gomes (Paulinho); Pablo e Brenner (Trellez). Técnico: Fernando Diniz.

Binacional: Fernández, Pérez, Mancilla, Fajardo e Reyes; Labrín, Angles e Ojeda; Arango (Gularte), Guachire e Zeta (Jean Deza). Técnico: Javier Arce.

São Paulo