PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Boletim do Fluminense: Yago tem lesão na coxa detectada e vira desfalque

Yago sentiu no início do jogo com o Ceará, 22ª lesão do Fluminense após volta do futebol - DANIEL CASTELO BRANCO/ESTADÃO CONTEÚDO
Yago sentiu no início do jogo com o Ceará, 22ª lesão do Fluminense após volta do futebol Imagem: DANIEL CASTELO BRANCO/ESTADÃO CONTEÚDO

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

20/10/2020 17h47

Classificação e Jogos

O Fluminense teve confirmado mais um desfalque em sua equipe nesta terça-feira (20). O meia Yago, que saiu logo aos dois minutos do empate com o Ceará com dores na coxa, teve uma lesão muscular detectada e ficará fora de combate no Campeonato Brasileiro.

O departamento médico do clube não deu prazo para a recuperação da contusão no músculo posterior da coxa esquerda, como de praxe. Mesmo com uma semana livre de treinamentos, dificilmente o jogador estará disponível para enfrentar o Santos, no domingo, às 16h, no Maracanã.

Por se tratar de uma lesão de grau 1, o meia deve iniciar o trabalho de transição após alguns dias, e talvez já esteja a disposição para o último jogo do primeiro turno do Brasileirão, contra o Fortaleza, no outro sábado (31), às 21h.

Além de Yago, o Tricolor sabe que não contará com Luiz Henrique, convocado pela seleção brasileira sub-20. O jovem de 19 anos se apresenta ao técnico André Jardine em Itu na quarta-feira (21) e ficará 10 dias em uma sessão de treinamentos de preparação para o Sul-Americano da categoria.

Por outro lado, Michel Araújo, Yuri e Wellington Silva já iniciaram a transição para o campo e podem estar disponíveis para o confronto com o Peixe no fim de semana. O peruano Fernando Pacheco ainda deve precisar de um pouco mais de tempo.

Fluminense