PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Forte no Mineirão, Atlético-MG é o pior entre rivais diretos como visitante

Apesar dos números fora de casa, Galo arrancou pontos do Flamengo no Maracanã em sua estreia no Brasileiro 2020 - Alexandre Vidal / Flamengo
Apesar dos números fora de casa, Galo arrancou pontos do Flamengo no Maracanã em sua estreia no Brasileiro 2020 Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

18/10/2020 04h00

Classificação e Jogos

Líder do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG já esteve mais tranquilo na ponta da tabela da Série A. No entanto, os adversários diretos do Galo, Internacional e Flamengo, que têm a mesma pontuação que os mineiros (31, mas com um jogo a mais), se aproximaram nas últimas rodadas.

Com os tropeços recentes diante do Fortaleza (derrota fora de casa) e o empate no Mineirão com o Fluminense, na última rodada, a equipe dirigida por Jorge Sampaoli deu brechas para que gaúchos e cariocas se aproximassem na classificação. E isso já demanda atenção maior por parte dos atleticanos.

É que na 17ª rodada o Galo joga longe do Mineirão, contra o Bahia, amanhã (19), às 20h, em Pituaçu, sabendo o resultado tanto do Rubro-Negro quanto do Colorado. E o retrospecto alvinegro fora de casa na atual edição do Brasileiro, se comparado aos dois concorrentes na briga hoje pelo título, está bem abaixo.

Levando-se em conta somente os jogos como visitante até aqui, o Atlético-MG aparece na sexta colocação, com três vitórias e quatro derrotas em sete jogos. O time preto e branco somou apenas nove pontos, enquanto o Flamengo, por exemplo, o melhor entre os 20 clubes nesse quesito, fez 16 pontos (5V, 1E, 2D). O Inter aparece como o segundo melhor fora de casa em 16 rodadas. Os gaúchos têm 14 pontos somados, mas em 9 jogos (4V, 2E, 3D).

Melhorar esse índice de pontuação fora do Mineirão será crucial para o Galo seguir lutando pelas primeiras colocações. E é por isso que o time vai tentar recuperar os pontos desperdiçados nas últimas rodadas em cima do Bahia.

"A gente sabe que será uma partida difícil. A equipe do Bahia é muito forte, ainda mais jogando em casa. O Sampaoli tem em mente tudo aquilo que eles (adversários) estão fazendo. Vamos em busca do resultado positivo para continuar na liderança", destacou o jovem atacante Marrony, que deve ser opção no banco no jogo desta segunda-feira.

Rodada dos rivais

Nem só o Atlético-MG jogará fora de casa nesta rodada, o Flamengo também não terá o Maracanã como trunfo. O Fla visita o Corinthians na Neo Química Arena e também tentará se recuperar do deslize em seus domínios, já que empatou com o penúltimo colocado Bragantino, jogando no Rio de Janeiro.

O Inter é o único da trinca de cima que atuará em seus domínios. O time de Eduardo Coudet, amigo pessoal de Sampaoli, receberá o Vasco no Beira-Rio, em Porto Alegre. O arquirrival flamenguista, caso surpreenda o Colorado, ajudará o Atlético-MG e o próprio Flamengo.

Gols como visitante

No quesito gols marcados fora de casa o Galo também tem os piores números em relação aos concorrentes. E olha que fazer gols é uma das características mais preponderantes das equipes dirigidas por Sampaoli.

Longe do Mineirão o Galo marcou nove gols e sofreu 11. O Flamengo fez 12 e também sofreu 11, enquanto o Internacional balançou as redes 13 vezes e foi vazado apenas em nove.

Como mandante

A liderança atual do Atlético-MG foi construída, principalmente, pelo desempenho do Galo no Mineirão. Em casa, o time preto e branco ganhou sete vezes e empatou apenas uma em oito jogos, somando 22 pontos. Os números avassaladores da ofensiva atleticana comprovam a força da equipe em Belo Horizonte: foram 21 gols marcados e seis sofridos.

Diferentemente do Internacional e do Flamengo. O Colorado é apenas o quarto melhor mandante dentre os 20 clubes da Série A. A equipe de Coudet somou 17 pontos em 7 jogos (5V e 2E). Já o Flamengo é o quinto melhor fora de casa. O time de Domènec Torrent somou 15 pontos em oito jogos (4V, 3E, 1D).

Atlético-MG