PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Contra o Ceará, Flu mira o G-4 do Brasileirão e sequência invicta de 2019

Artilheiro do Fluminense em 2020, Nenê está de volta ao time contra o Ceará  - Lucas Mercon/Fluminense FC
Artilheiro do Fluminense em 2020, Nenê está de volta ao time contra o Ceará Imagem: Lucas Mercon/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

17/10/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Fluminense recebe o Ceará, hoje (17), às 19h, no Maracanã, de olho numa vaga no G-4 do Campeonato Brasileiro. Na quinta colocação, com 25 pontos, o Tricolor também busca o sexto jogo de invencibilidade, o que igualaria a melhor sequência da equipe em 2019.

Foi sob o comando de Marcão que o Flu encerrou sua caminhada no Brasileirão da última temporada com uma invencibilidade de seis jogos, o que não acontecia desde 2015. O Tricolor bateu CSA, Palmeiras e Corinthians, e empatou com Fortaleza, Avaí e Atlético-MG nos últimos jogos da competição.

Agora com Odair Hellmann, a equipe venceu Coritiba, Goiás e Bahia e empatou com Botafogo e Atlético-MG. Se vencer o Ceará, superará a sequência em termos de resultados, mas ainda ficará atrás em relação à temporada de 2015, quando ganhou cinco partidas e empatou uma com Enderson Moreira como técnico.

Além disso, ficará apenas cinco pontos distante do melhor primeiro turno de Brasileirão, exceto os anos em que foi campeão (2010 e 2012) — na era dos pontos corridos.

Também em 2015, a equipe foi para o returno com 33 pontos, na quarta colocação. Em 2020, não é nenhum segredo que o objetivo do Fluminense é voltar à Libertadores de 2021, competição que não disputa desde 2013.

"O Fluminense é um time grande. A gente tem que entrar em um campeonato sempre visando o título. Lógico que é muito difícil, o Campeonato Brasileiro, na minha opinião, é um dos mais difíceis do mundo. Com essa situação da pandemia, eu acho que ficou ainda mais difícil, por não ter torcida. Mas essa camisa é muito pesada, muito grande. É um clube que está sempre vencendo e temos que olhar para a parte de cima da tabela", declarou Digão, que ganhou vaga de titular na zaga da equipe.

Para chegar ao G-4, que garante classificação direta para a fase de grupos do maior torneio do continente, o Tricolor precisa vencer e torcer por um tropeço do São Paulo, que recebe hoje o Grêmio, às 21h, no Morumbi. O time paulista, entretanto, tem dois jogos a menos na competição.

Uma vitória do Flu reduz a distância para os três primeiros — Atlético-MG, Flamengo e Internacional —, que tem a mesma pontuação (31) e precisam dos critérios de desempate para definir as posições. Para isso, conta com as voltas dos experientes Nenê e Fred, que foram poupados no empate com o Galo.

O Ceará terá quatro desfalques para o jogo e confia na "lei do ex" para surpreender o Fluminense no Maracanã. Vinícius, Mateus Gonçalves e Rafael Sobis atuaram pelo Tricolor e devem estar em campo na noite deste sábado.

"Procuramos descansar e recuperar os jogadores e ao mesmo tempo trabalhar alguns ajustes nos setores defensivos, ofensivos e de transição. Lógico que não temos certeza de que essa semana de recuperação possa fazer diferença contra o Fluminense, mas vai ser um ganho considerável pelo número de jogos que fizemos até aqui", afirmou o treinador Guto Ferreira.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE x CEARÁ

Data/Hora: 17/10/2020, às 19h
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)
VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

FLUMINENSE: Muriel; Igor Julião, Nino, Digão e Danilo Barcelos (Egídio); Dodi, Hudson e Yago; Nenê, Luiz Henrique e Fred. Técnico: Odair Hellmann

CEARÁ: Fernando Prass; Fabinho, Tiago Pagnussat, Eduardo Brock, Bruno Pacheco; Charles, Ricardinho, Vina; Fernando Sobral, Léo Chú e Rafael Sobis. Técnico: Guto Ferreira.

Fluminense