PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-Liverpool confessa ter machucado companheiro por lugar no time titular

Técnico do Liverpool, Juergen Klopp, se depara com situação inusitada na primeira temporada pelo clube - SHAUN BOTTERILL
Técnico do Liverpool, Juergen Klopp, se depara com situação inusitada na primeira temporada pelo clube Imagem: SHAUN BOTTERILL

De UOL, em São Paulo

16/10/2020 12h13

A primeira temporada de Jurgen Klopp no comando do Liverpool foi desafiadora. Além de não ter conquistado títulos no primeiro ano de Inglaterra, o treinador teve de conviver com um problema inusitado.


Tom Brewitt, ex-jogador dos Reds, admitiu que tentou machucar um companheiro de equipe para aumentar suas chances de ganhar oportunidade no time titular.


Com uma crise de lesões no setor defensivo à época, Klopp não pôde contar com Mamadou Sakho, Kolo Toure e Martin Skrtel. Diante do problema, o treinador alemão teve de recorrer às categorias de base para encontrar a solução.


Em entrevista ao Podcast Football Journeys, Brewitt admitiu ter tentando machucar o companheiro Dan Cleary de forma proposital para que o jogador não pudesse ser escolhido por Klopp.


'Klopp sabia que não havia zagueiros suficientes no elenco. Dan Cleary, na minha cabeça, ia fazer a estreia pelo time principal naquela semana. Resolvi fazer uma entrada forte no treinamento para que Klopp me escolhesse", confessou Brewitt.


'Eu não queria machucá-lo muito, mas o suficiente para ele saísse do caminho para que eu jogasse. Esperei uma fração de segundo a mais, deixei a bola passar e atingi Cleary. Queria muito jogar aquele jogo", relatou o defensor.


A lesão causada por Brewitt não surtiu o efeito desejado. Klopp acabou improvisando o lateral esquerdo Jose Enrique na defesa e Brewitt acabou não sendo relacionado para a partida contra o Exeter City, pela FA Cup, em 2016.

Futebol