PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Ausência de Diego Souza mostra carência e vai forçar mudança no Grêmio

Isaque tem sido utilizado como centroavante na ausência de Diego Souza - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Isaque tem sido utilizado como centroavante na ausência de Diego Souza Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

16/10/2020 04h00

Classificação e Jogos

Diego Souza não atuará na partida entre Grêmio e São Paulo, amanhã (17), às 21h, no Morumbi, pela 17ª rodada do Brasileirão. O jogador está suspenso, pois recebeu o cartão vermelho na vitória sobre o Botafogo. E a ausência dele forçará Renato Gaúcho a mudar a característica ofensiva de sua equipe.

A carência de homens de área no grupo do Tricolor é trabalhada claramente pela direção. O comando do futebol do clube não esconde que pretende achar opções no marcado exatamente para quando não contar com o experiente atacante de 35 anos, autor de 13 gols na temporada.

Mas enquanto não acha, ou não contrata tal jogador, o Tricolor precisa agir com o que tem no elenco. Portaluppi costuma usar Isaque — que começou como meia — mais adiantado, mas tal alternativa já mostrou falhas. Ainda que tenha feito um gol na última vez que começou jogando, Isaque não tem por costume ser o homem mais adiantado do time.

Só que as demais opções são ainda mais distantes do estilo que tem sido adotado pela equipe azul, branca e preta. Pepê, Ferreira, Luiz Fernando, Everton, todos estão adaptados a jogar pelos lados e não têm nem mesmo capacidade física para atuar de costas para o gol rival.

Chance de mudança

Desta forma, o Grêmio pode mudar sua construção ofensiva. Ao invés de ter um homem de área e utilizar muitos cruzamentos, o Tricolor poderá retrair-se um pouco e buscar utilizar o espaço deixado às costas da defesa são-paulina, que joga bem adiantada.

Neste cenário, um jogador de velocidade centralizado recebendo lançamentos vindos dos jogadores de lado pode ser bastante útil. A opção, porém, precisa ser trabalhada, pois significa alteração considerável na forma de atuar.

De qualquer forma, sem Diego Souza, o Grêmio será diferente. Tanto com Isaque, tentando jogar da mesma forma, mas com outra característica, quanto com as demais alternativas mudando totalmente o modo de buscar o gol rival.

Renato Gaúcho comanda hoje (16) o seu último treinamento antes do duelo com o São Paulo.

Grêmio