PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Inter goleia o Sport e alcança a pontuação do líder Atlético-MG

Do UOL, em Porto Alegre

14/10/2020 23h21

Classificação e Jogos

O Internacional venceu o Sport por 5 a 3, na noite de hoje (14), na Ilha do Retiro, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. A goleada contou com dois gols de Patrick, um de Yuri Alberto, um de Moledo e outro contra de Adryelson. Barcia, Mikael e Marquinhos marcaram pelo time Pernambucano.

Foi a terceira vitória seguida do Colorado no Brasileirão. Com 31 pontos na classificação, o time gaúcho é segundo colocado e pressiona o líder Atlético-MG, que empatou com o Fluminense e também soma 31, mas está na frente pelo número de vitórias. O Inter ainda tem um jogo disputado a mais que o Galo. Já o Sport para com 20, em décimo.

Na próxima rodada, o Sport visita o Bragantino e o Internacional recebe o Vasco.

Foi bem: Patrick faz dois e decide

Patrick usou uma das principais armas do Inter para marcar. O meio-campista retomou a posse no campo ofensivo, um dos maiores apelos de Eduardo Coudet. Depois, tabelou com Hernández e driblou Maidana duas vezes antes de dar uma pancada que venceu Luan Polli. Um golaço. No segundo tempo, aproveitou escanteio e desvio de Galhardo para fazer o segundo.

Foi mal: Adryelson faz gol contra e ainda toma amarelo

Adryelson não teve uma noite muito feliz. O zagueiro do Sport sofreu para marcar Abel Hernández, acabou fazendo um gol contra e ainda levou cartão amarelo por falta em Leandro Fernández.

Rodinei participa bastante do jogo

Rodinei perdeu espaço e recebeu críticas da torcida as últimas vezes em que esteve em campo. Na noite de hoje, titular em razão da lesão de Heitor, foi participativo, presente no campo de ataque, criou as principais oportunidades do Colorado no primeiro tempo em boa parceria com Marcos Guilherme, e ainda fez o cruzamento do segundo gol. No segundo tempo sofreu com investidas ofensivas do Sport por seu lado.

Rodrigo Dourado volta 462 dias depois

Depois de 462 dias, Rodrigo Dourado voltou a jogar. O volante passou por duas cirurgias no joelho esquerdo e não atuava desde julho de 2019. No segundo tempo, foi chamado por Eduardo Coudet e entrou na partida quando o Sport ameaçava empatar. Em homenagem ao retorno, Edenilson pediu que ele ficasse com a braçadeira de capitão.

O jogo do Sport: Time "acorda" após segundo gol

O Sport não conseguiu "encontrar" o Inter por aproximadamente 40 minutos de jogo. A posse de bola ficou com o time gaúcho, os contra-ataques não apareceram, e nem mesmo a solidez defensiva esteve presente. Acabou inevitável que o placar fosse aberto. O Inter fez um, em seguida outro, e só então que a equipe treinada por Jair Ventura "acordou". Saiu para o ataque dando liberdade a atacantes e meias e — numa falta lateral — descontou e voltou para a partida. O segundo tempo repetiu o primeiro. O Inter fez um gol, o Sport outro, e quando tentava pressionar o time pernambucano levou mais um e não teve forçar para reagir.

O jogo do Inter: Inter revê falha crônica e deslancha no final

O Internacional controlou o jogo. Sem ser ameaçado pelo Sport, o time gaúcho tramou pelos dois lados, abusou de cruzamentos e não demorou a abrir o placar. Depois de insistir em boas tramas com Rodinei e Marcos Guilherme, foi numa jogada que acompanha a equipe desde o início do ano que nasceu o primeiro. A retomara ofensiva de Patrick acabou em golaço após tabela com Hernández. Ainda houve mais um gol em seguida, mas a tranquilidade ruiu quando uma falha crônica voltou a aparecer. A bola aérea defensiva voltou a incomodar e, após cruzamento, o Sport marcou e arrancou a tranquilidade aparente do Colorado. O segundo tempo poderia ser menos tenso. O Inter fez o terceiro logo no início, mas voltou a sofrer gol. Mas o time deslanchou e a definição aconteceu no fim da partida com o quarto e o quinto gols.

FICHA TÉCNICA
SPORT 3 X 5 INTERNACIONAL
Data
: 14/10/2020 (quarta-feira)
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Árbitro: Wagner Magalhães
Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa e Carlos Henrique de Lima Filho
VAR: Rodrigo Nunes de Sá
Cartões amarelos: Patrick, Yuri Alberto (INT); Adryelson, Marquinhos, Mugni (SPO);
Gols: Patrick, do Inter, aos 32 minutos do primeiro tempo e aos 30 minutos do segundo tempo; Adryelson, do Sport, contra, aos 39 minutos do primeiro tempo; Marquinhos, do Sport, aos 42 minutos do primeiro tempo; Rodrigo Moledo, do Inter, aos 8 minutos do segundo tempo; Leandro Barcia, do Sport, aos 10 minutos do segundo tempo; Yuri Alberto, do Inter, aos 35 minutos do segundo tempo; Mikael, do Sport, aos 45 minutos do segundo tempo;

SPORT
Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson e Luciano Juba; Marcão, Ricardinho (Júnior Tavares), Mugni (Ronaldo Henrique) e Thiago Neves (Jonathan Gomez); Marquinhos (Mikael) e Hernani (Barcia).
Técnico: Jair Ventura

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Rodinei, Moledo, Cuesta e Uendel; Lindoso (Rodrigo Dourado), Edenilson, Marcos Guilherme e Patrick (Zé Gabriel); Fernández (Yuri Alberto) e Hernández (Galhardo).
Técnico: Eduardo Coudet