PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gaciba admite erro na utilização do VAR em Atlético-MG x São Paulo

O árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima invalidou o gol do São Paulo contra o Atlético-MG por suposta posição de impedimento do atacante Luciano - Reprodução/SporTV
O árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima invalidou o gol do São Paulo contra o Atlético-MG por suposta posição de impedimento do atacante Luciano Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

14/10/2020 16h29Atualizada em 14/10/2020 18h34

Classificação e Jogos

Houve erro no uso do árbitro de vídeo na anulação do gol de Luciano, do São Paulo, no confronto contra o Atlético-MG, segundo avaliação do presidente da comissão de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba.

O lance aconteceu no primeiro tempo da partida que terminou com a vitória do Atlético-MG sobre o São Paulo por 3 a 0, no Mineirão. Na ocasião, o árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima invalidou o gol por suposta posição de impedimento do atacante tricolor após cruzamento de Tchê Tchê.

"Fizemos uma análise desse lance. A linha realmente não é colocada. Alguns outros detalhes também. Não adianta lutar contra a imagem, claramente a linha não está colocada de uma forma padrão, não é erro da tecnologia, é um equívoco humano da colocação da linha de impedimento. Além disso, o momento do contato da bola também não é o correto. Um frame antes do primeiro contato com a bola poderia dar um resultado diferente na linha de impedimento. A linha não foi colocada nos locais corretos conforme a gente orienta", disse Gaciba durante o Seleção SporTV de hoje.

Após a partida, Luciano deu entrevista e reclamou da anulação do gol anulado pelo árbitro de vídeo.

"É até difícil falar agora depois de uma derrota dessa. Eu conversei ali, não sei se estava impedido ou não. A sensação é que tinha um atrás de mim, na mesma linha. E o VAR anulou. É até difícil falar do VAR, porque o que eles fazem com a gente é complicado. Agora é seguir porque temos outra final no domingo", disse Luciano.

A reclamação também partiu do técnico Fernando Diniz, que criticou a decisão do VAR, mas defendeu a ferramenta.

"O erro que me parece, ao menos pela televisão, foi o erro do VAR. É bom salientar, que se o VAR tem razão, que a imagem venha para a gente ficar com um pouco mais de sossego, e os torcedores do São Paulo também. E para quem gosta de futebol idem, porque até agora ninguém entende o motivo para a chamada do VAR daquele jeito. Chamada, não. Para o VAR ter anulado o gol", disse o treinador do Tricolor. Insatisfeito com atuação do VAR, segundo apuração do UOL Esporte, o clube cogitou pedir para a CBF as imagens utilizadas para a anulação do gol de Luciano.

Futebol