PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Flamengo vira sobre o Goiás no Maracanã e cola no líder Atlético-MG

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

13/10/2020 20h00

Classificação e Jogos

O Flamengo venceu, de virada, o Goiás, hoje (13), no Maracanã, e chegou à vice-liderança do Campeonato Brasileiro. O triunfo por 2 a 1 na partida, válida pela 11ª rodada da competição, veio com dois gols de Pedro, um deles nos acréscimos. Vinicius abriu o placar para os visitantes.

Com o resultado, a equipe rubro-negra alcançou os 30 pontos, mesmo número do líder Atlético-MG, mas fica atrás pelo número de vitórias. Vale lembrar que, pela 16ª rodada, o Galo entra em campo amanhã (14), contra o Fluminense, e a equipe do técnico Domènec Torrent na quinta-feira, diante do Red Bull Bragantino.

Lanterna, o Goiás permaneceu com nove pontos e viu a situação no torneio ficar mais complicada. Na sexta-feira, o Esmeraldino encara o Bahia, em casa.

Tadeu se destaca

O goleiro do Goiás foi um dos nomes da partida. Com grandes defesas no decorrer do duelo, ele parou alguns ataques do Flamengo.

Michael abaixo do esperado

O atacante Michael não esteve em uma boa noite e a atuação acabou sendo abaixo do restante do setor ofensivo, fazendo com que os avanços pelo lado direito não fossem tão efetivos.

Primeiras chances

Logo no início do jogo, Goiás e Flamengo criaram oportunidades. Primeiramente, Rafael Moura tentou cabeçada no contrapé do goleiro Neneca. Depois, Pedro finalizou de primeira e Tadeu fez grande defesa.

Estilos diferentes

O time rubro-negro tinha mais posse de bola e buscava achar espaços na defesa adversária, principalmente pelo lado esquerdo do ataque. Já o Goiás, se mostrava mais reativo, tentando aproveitar os erros do Fla para sair em velocidade.

Chapada do Vinícius

Em um desses avanços do Esmeraldino, Daniel Bessa achou Vinicius nas costas da defesa. O camisa 70, de primeira, "chapou" no canto esquerdo de Neneca e abriu o placar no Maracanã.

Milagre de Tadeu

Aos poucos, o Flamengo foi impondo o ritmo de jogo, encurralando o Goiás no campo de defesa e criando chances. Em uma delas, Gerson cruzou para Natan, que cabeceou. Tadeu, à queima-roupa, conseguiu fazer a defesa.

Pedro faz de novo

Pedro, do Flamengo, celebra gol contra o Goiás - Alexandre Vidal / Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Depois de toda a pressão, o Rubro-Negro conseguiu empatar. Após avanço pela esquerda, Bruno Henrique acionou Pedro, que, invadindo a área, finalizou de carrinho e deixou tudo igual no Maracanã. Nas seis partidas anteriores, ele balançou a rede em cinco — contra Barcelona, do Equador, pela Libertadores, Palmeiras, pelo Brasileiro, Del Valle, do Equador, pela Libertadores, Athletico-PR e Sport, pelo Brasileiro.

Gol anulado

Pouco depois do empate, o Goiás chegou a balançar a rede. Em cobrança de falta de Edilson, David Duarte, de cabeça, mandou para o fundo do gol, mas a arbitragem apontou impedimento. O VAR corroborou com a decisão.

VAR acionado

Nos minutos finais da etapa inicial, Bruno Henrique disputou a bola na área e cabeceou. Tadeu deu um tapa na bola, mas os jogadores rubro-negros pediram a marcação do gol, apontando que a bola teria passado a linha. O VAR analisou o lance e indicou um toque de mão do atacante do time da Gávea.

Bruno Henrique para no travessão

O Flamengo voltou do intervalo fazendo uma blitz para cima do Goiás e, por pouco, não conseguiu logo o segundo. Após cruzamento da direita, Bruno Henrique cabeceou e a bola carimbou o travessão.

Breno deixa jogo de maca

O volante Breno deixou o campo de maca, após disputa com Bruno Henrique. O jogador esmeraldino, com um carrinho, ganhou a bola do ataque rubro-negro, mas, ao tentar pular, Bruno Henrique acertou o nariz do adversário. Com o local sangrando, ele foi substituído por Ratinho.

Defesa lá, defesa cá

O Goiás assustou em cobrança de falta do experiente Edilson. Em falta à frente da área, o lateral bateu forte e Neneca conseguiu fazer a defesa. No minuto seguinte, Pedro, de cabeça, mandou no cantinho direito de Tadeu, que também conseguiu evitar o gol.

Goiás segura a pressão

A partida passou a ser quase um ataque contra defesa, com o time de Domènec Torrent com grande presença no campo de ataque. O Goiás, por sua vez, tentava se segurar como dava. O cenário foi esse a partir dos 30 minutos do segundo tempo e perdurou quase até o apito final.

Na última bola

No último lance, após finalização de Arão, a bola sobrou para Pedro, que não perdoou. O atacante bateu, fez o segundo e garantiu os três pontos.

Fla faz ação de Dia das Crianças

Assim como no ano passado, o Flamengo realizou uma ação em homenagem ao Dia das Crianças, celebrado no último dia 12. A equipe entrou em campo com camisas em que os números foram desenhados por crianças de oito organizações. O uniforme foi usado contra o Esmeraldino e também estará em campo contra o Red Bull Bragantino. Após os jogos, as camisas serão usadas como forma de captação de recurso, através de leilões ou rifas, que ajudarão a viabilizar os custos e as despesas de cada instituição participante.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 x 1 GOIÁS


Competição: Campeonato Brasileiro
Data: 13/10/2020
Local: Maracanã. no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Cartões amarelos: Filipe Luis (FLA); Keko, Tadeu, Rafael Moura, Caju (GOI)
Cartão vermelho: não houve
Gols: Vinicius, do Goiás, aos 12 minutos do primeiro tempo; Pedro, do Flamengo, aos 38 minutos do primeiro tempo; Pedro, do Flamengo, aos 51 minutos do segundo tempo

Flamengo: Hugo Souza, Matheuzinho, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís; Willian Arão, Thiago Maia e Gerson (Lincoln); Michael, Pedro e Bruno Henrique. Técnico: Domènec Torrent

Goiás: Tadeu, Edílson, David Duarte, Fábio Sanches e Caju; Breno (Ratinho), Daniel Bessa e Shaylon (Douglas Baggio); Keko (Pintado), Rafael Moura e Vinícius. Técnico: Enderson Moreira