PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Por que Sampaoli ainda quer reforçar o Atlético-MG, líder do Brasileiro

Jorge Sampaoli, técnico do Galo, quer reforços para o meio-campo e ataque -  Fernando Moreno/AGIF
Jorge Sampaoli, técnico do Galo, quer reforços para o meio-campo e ataque Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

06/10/2020 04h00

A campanha arrebatadora do Atlético-MG até aqui no Campeonato Brasileiro desperta a atenção de todo o país e coloca não só o Galo em evidência, mas também o técnico Jorge Sampaoli.

Quase insaciável no que diz respeito às contratações, mesmo com sua equipe tendo 27 pontos, cinco de diferença em relação ao segundo colocado (Internacional), na 13ª rodada, e um jogo a menos, o comandante argentino espera que a diretoria traga mais jogadores para 'engordar' o elenco.

Segundo apurou o UOL Esporte, Sampaoli quer ao menos mais dois reforços. E as carências mais urgentes detectadas por ele estão no meio-campo e no ataque. Dentre as justificativas para que o técnico siga desejando que o Galo permaneça no mercado da bola, uma dessas é a de que a meia-ofensiva alvinegra é muito jovem.

O meio-campista mais velho à disposição é Hyoran, que tem 27 anos, mas atualmente é considerado reserva. Os demais jogadores variam de idade entre 18 anos (Dylan Borrero) e 26 anos (Nathan).

Para o ataque, o mais experiente é Diego Tardelli, que tem 35 anos, mas está lesionado e e só deve voltar a jogar no ano que vem. Enquanto isso, quem ocupa a vaga de mais velho da linha de frente é Keno, jogador que trouxe para si os holofotes nos últimos jogos, pela boa performance e também pelo hat-trick duplo, diante de Grêmio e Atlético-GO, em sequência.

A pedida de Sampaoli por reforços também acontece para que não haja perda técnica que comprometa o desempenho do time quando ocorrer a saída de um jogador considerado titular. O treinador deseja que estejam no banco de reservas atletas com nível equiparado aos que sejam os 11 titulares ideais.

A demanda do argentino fica mais evidente com os desfalques do meia Alan Franco e do atacante Savarino, convocados para as Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2022, pelas seleções do Equador e Venezuela, respectivamente. Além da dupla, o zagueiro paraguaio Junior Alonso também será desfalque do treinador, uma vez que estará a serviço do Paraguai também pelo classificatório.

"Nós temos um plantel muito jovem, não tão avultado em número e em nomes próprios. As saídas de três jogadores vitais para nós serão complexas. Temos que encontrar as respostas nos jovens que temos. Temos que ficar em cima da recuperação dos jogadores para o próximo jogo", analisou.

O trio Franco, Savarino e Alonso deve perder os jogos contra Fortaleza (amanhã), Goiás (10) e Fluminense (14), entre a 14ª e 16ª rodadas do Campeonato Brasileiro.

Atlético-MG