Topo

Zagueiro acusado de racismo por Neymar comemora fim de 'pesadelo'

Neymar discute com Alvaro Gonzalez durante partida do PSG contra o Olympique Marselha pelo Campeonato Francês

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/09/2020 19h29

O zagueiro Álvaro González, que foi acusado de racismo por Neymar na partida entre PSG e Olympique de Marselha, usou as redes sociais na tarde de hoje para comemorar o fim do "pesadelo" depois de ter sido absolvido pela Comissão de Disciplina da Liga Francesa. Ele escapou de punição após o órgão julgar que não houve provas suficientes para comprovar discriminação racial.

Em publicação no Twitter, o espanhol voltou a negar as acusações do brasileiro e disse que "nunca foi uma pessoa racista".

"Este pesadelo é, em parte, recompensado com uma sentença mais do que merecida. Nunca fui e nunca serei uma pessoa racista. Muito obrigado ao Olympique pela confiança e fidelidade e também a nossa grande torcida. Vejo vocês no campo!", escreveu o jogador.

Na vitória por 1 a 0 do Olympique diante do PSG, no dia 13 de setembro, Neymar alegou ter sido chamado de "macaco" por González. O espanhol, no entanto, negou.

Além do zagueiro, o brasileiro também foi julgado (e absolvido) nesta quarta-feira pela confusão. Ele era investigado por suposta ofensa homofóbica e xenofóbica no confronto.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Zagueiro acusado de racismo por Neymar comemora fim de 'pesadelo' - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Esporte