PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Vasco vai em busca de reforços em meio a queda de rendimento no Brasileiro

Presidente Campello (e), coordenador Antônio Lopes (c) e treinador Ramon Menezes (d): Vasco busca por reforços - Rafael Ribeiro / Vasco
Presidente Campello (e), coordenador Antônio Lopes (c) e treinador Ramon Menezes (d): Vasco busca por reforços Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/09/2020 04h00

Classificação e Jogos

O mês de setembro freou o ímpeto do Vasco no Campeonato Brasileiro. Em oito jogos, venceu apenas dois, perdeu três e empatou outros três — incluindo a Copa do Brasil. O time caiu de rendimento, foi para o quinto lugar e evidenciou que o elenco necessita de mais peças de reposição. A diretoria identificou esta questão e está atrás de reforços para o restante da disputa. As prioridades são ao menos um lateral direito, um meia e mais um atacante.

Na lateral, recentemente deixaram o clube Cláudio Winck e o jovem Nathan, que sequer teve oportunidade no profissional. Atualmente, o técnico Ramon Menezes tem à disposição Yago Pikachu, que atravessa má fase e tem sido constantemente criticado pela torcida, Cayo Tenório, de apenas 21 anos.

No meio de campo, a principal preocupação é achar uma peça que possa repor as possíveis ausências do camisa 10, Martín Benítez. A equipe tem perdido muito o poder de criação sem o argentino em campo e os jogadores utilizados no setor não tem correspondido à altura. Problema este parecido com o que ocorre no ataque, já que o artilheiro Germán Cano não tem um substituto de nível próximo.

Em participação no canal Atenção, Vascaínos, o presidente Alexandre Campello informou que há uma brecha na folha salarial para reforços e que ao menos dois podem chegar.

"Negociação não devemos falar. Tenho por prática só falar de alguma negociação depois que está concluída. Qualquer conversa preliminar acaba interferindo, atrapalhando e gera um eco no próprio elenco. Então assim, o Vasco está buscando de dois a três reforços. É tudo o que posso adiantar", destacou o dirigente.

A janela de transferências de jogadores vindos do exterior terá início em 13 de outubro e fechará em 9 de novembro.

Após a paralisação do futebol brasileiro por conta do coronavírus, o Vasco contratou Marcelo Alves, Neto Borges, Carlinhos, Guilherme Parede e Ygor Catatau. Nenhum deles, porém, se firmou até o momento entre os titulares.

Vasco