PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Bastidores do Flu: Odair se reuniu com preparadores, mas manteve Muriel

Muriel, goleiro do Fluminense, foi criticado após falhas contra o Atlético-GO - LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
Muriel, goleiro do Fluminense, foi criticado após falhas contra o Atlético-GO Imagem: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

29/09/2020 14h50

A permanência do goleiro Muriel no time titular do Fluminense para a partida contra o Coritiba, ontem (28), pelo Campeonato Brasileiro, passou diretamente pela decisão do técnico Odair Hellmann.

No sábado, o treinador tricolor conversou com os preparadores de goleiros e perguntou qual a avaliação que faziam após as falhas do camisa 27 na partida contra o Atlético-GO, na última quinta-feira — a derrota por 3 a 1 decretou a eliminação do Tricolor na Copa do Brasil e fez o jogador ser alvo de muitas críticas.

O comandante ouviu as análises dos trabalhos diários, e uma indicação de que eles não iriam se opôr a uma possível mudança sob as traves. No dia seguinte, porém, decidiu manter Muriel na equipe.

Após a goleada sobre o Coxa, Odair afirmou que costuma dar apoio aos seus comandados e "não entrega a cabeça de ninguém".

"Eu sou um profissional que trabalho muito, me dedico muito. Respeito as opiniões contrárias, sou um cara de observação, de leitura do que está acontecendo. Mas costumo blindar o vestiário, os jogadores. Eu, como treinador, principalmente nos momentos mais difíceis, sou o cara que vou lá dar um abraço, mostro força, confiança para que se reestabeleça rapidamente. Todos nós passamos por momentos difíceis, não só no esporte como na vida. Mas poucos, nos momentos ruins, vêm estender a mão. Isso que faço como treinador. Não entrego a cabeça de ninguém", disse.

Fluminense