PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Agente de Lincoln rebate vídeo de dirigente do Fla e não descarta saída

Felipe Melo derruba Lincoln em disputa pela bola no jogo entre Palmeiras x Flamengo - Marcello Zambrana/AGIF
Felipe Melo derruba Lincoln em disputa pela bola no jogo entre Palmeiras x Flamengo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/09/2020 19h36

Um Flamengo recheado por garotos arrancou o empate por 1 a 1 contra o Palmeiras, mas o atacante Lincoln foi alvo de zoação mesmo após o resultado na capital paulista.

Em vídeo postado em sua rede social, Paulo Cesar Pereira Filho, vice de secretaria do clube, compartilhou uma paródia do filme "A Queda", que conta as últimas horas do ditador alemão Adolf Hitler no poder. O conteúdo é legendado com brincadeiras acerca do duelo ante o Alviverde, mas, em dado momento, o jogador é alvo de uma piada:

"O Lincoln começou jogando como titular. Como não ganha de um time com o Lincoln?".

A postagem causou reações de torcedores e também de Vitão Remiro, agente do jovem. Em entrevista à "ESPN", o empresário não descartou uma saída do jogador e disse que a situação incomoda. Meses atrás, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, já havia criticado o jovem por um gol pedido na final do Mundial.

"Lincoln se sente um pouco perseguido. Das categorias de base da seleção, ativo do clube, sempre jogou em alto nível. "Estreou com 16 anos. E não é a primeira vez que isso acontece. E eu venho defender o jogador para tentar entender se tem algo pessoal de alguém dentro do clube", disse ele, que completou:

"É um talento que o clube tem que não está sabendo administrar. Não dá para jogar tudo nas costas de um jogador que vem da base. Essa semana é momento de sentar de novo com o Flamengo. Se tiver a (possível) saída, tem de fazer. Vontade dele é de ficar no Fla, está lá há 12 anos. Ele tem uma paixão pelo clube. Mas se tem pessoas de dentro que atacam o jogador, ele pode seguir a vida. Não o conheço (o vice-presidente), não sei se ele participa ativamente do dia a dia. Preciso ligar para ele (Lincoln) e entender se ele quer ficar ou sair".

Flamengo