PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Jordi Guerrero elogia base do Flamengo e lamenta empate contra o Palmeiras

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

27/09/2020 19h39

Técnico do Flamengo na tarde de hoje (27), contra o Palmeiras, no Allianz Parque, o auxiliar Jordi Guerrero fez elogios à base do clube e afirmou que a atuação do time rubro-negro no empate em 1 a 1 mostrou que os jovens estavam preparados para o confronto.

O espanhol esteve à beira do gramado porque Domènec Torrent foi um dos integrantes do elenco que foi infectado em meio a um surto de covid. Por conta dos inúmeros testes positivos, inclusive, o Fla foi a campo com uma equipe recheada de garotos do sub-20.

"A escalação, no Flamengo, foi fácil porque tem uma base muito boa. E, desde o primeiro momento, os jogadores estavam com a gente. Tivemos dois dias para nos preparar para o jogo. Não foi complicada a questão psicológica porque os jogadores estavam prontos. O Flamengo tem uma base muito boa e hoje mostrou que eles estavam preparados para jogar", disse.

Diante das inúmeras questões judiciais e da indefinição que envolveu a realização da partida, o grupo rubro-negro chegou ao estádio mais próximo da hora do jogo. Devido ao período de aquecimento, o jogo começou às 16h20 — o time da Gávea tinha até 30 minutos para ir a campo e não tomar W.O.

"Estávamos concentrados no hotel e prontos para jogar. Esperamos somente a hora de vir para o campo. Foi mais longo do que o normal, um pouco menos de tempo para o aquecimento, mas todos os jogadores e comissão técnica estavam prontos", afirmou.

Apesar dos inúmeros desfalques e de ter sido um jogo fora de casa, Jordi lamentou o resultado. Com o empate, o Rubro-Negro chegou a 18 pontos.

"O Flamengo sempre quer ganhar, fomos a campo para ganhar. Os três pontos são melhores que um. Ganhamos um ponto, mas a ideia era ganhar os três pontos. No próximo jogo, vamos tentar", assegurou.

Flamengo