PUBLICIDADE
Topo

Santos

Escalação do Santos: Peixe vai avaliar desgaste para definir equipe titular

Cuca comanda o Santos em partida na Copa Libertadores - Amanda Perobelli - Pool/Getty Images
Cuca comanda o Santos em partida na Copa Libertadores Imagem: Amanda Perobelli - Pool/Getty Images

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

25/09/2020 19h58

O técnico Cuca irá trabalhar em conjunto com o departamento de fisiologia para definir o Santos que enfrenta o Fortaleza neste domingo, às 20h30, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada do Brasileirão. Há a possibilidade de poupar os atletas mais desgastados.

Atualmente, o uruguaio Carlos Sánchez é o jogador de linha que vem na maior sequência, tendo sido titular nos últimos cinco jogos. Ele pode ser um dos escolhidos para ficar no banco. Diego Pituca é sempre exceção quando o desgaste é levado em conta: ele foi titular em todos os jogos do ano e sempre apresenta baixo nível de desgaste.

Lucas Veríssimo e Luan Peres vêm de quatro jogos, enquanto Marinho, Felipe Jonatan e Pará somam três consecutivos. Veríssimo é dúvida para o jogo e espera resultado de um exame. A tendência é que fique fora e aí o problema seria o substituto, já que Cuca não gosta de atuar com dois zagueiros canhotos, e tanto Alex quanto Wagner Leonardo tem como pé dominante o esquerdo.

"Lucas Veríssimo saiu por dor no tendão ontem (24), por exemplo. Difícil não ter mais atletas à disposição. Eu e Veríssimo estamos suspensos (contra o Olimpia, do Paraguai), Veríssimo lesionado também. Só temos um zagueiro pela direita, no lugar do Veríssimo deve ir Alison e Jobson por causa disso", disse Luan Peres ao programa Gazeta Esportiva.

Ainda há dúvida se Alison estará à disposição no domingo. Um possível Santos para o jogo contra o Fortaleza tem: João Paulo; Pará, Luan Peres, Alex (Alison) e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Lucas Lourenço (Jobson) e Arthur Gomes; Soteldo, Marinho (Raniel) e Kaio Jorge.

Santos