PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato vai à desforra, ataca críticos e diz que Grêmio atropelou no Gre-Nal

Siga o UOL Esporte no

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

24/09/2020 00h34

Renato Gaúcho foi à desforra. O treinador do Grêmio disparou contra críticos e passou boa parte da entrevista coletiva de hoje, depois da vitória por 1 a 0 diante do Internacional, exaltando os 10 clássicos sem derrota. Em determinado momento, ele disse que 'o Grêmio manda no Rio Grande do Sul' e os críticos falam 'com o coração e não com a razão'. Ainda pediu mais respeito com jogadores, dirigentes e comissão técnica.

Pepê, no segundo tempo do Gre-Nal 427, marcou o gol da vitória do Grêmio — que chegou a 10 partidas contra o Inter sem derrota.

"O meu grupo não desaprendeu a jogar. As pessoas veem o Grêmio não vencer três ou quatro jogos e fazem tempestade em copo d'água. A gente não jogou bem mesmo, mas aí todo mundo é ruim e ninguém presta. Que isso, gente? Mais respeito? A confiança no meu grupo é total, a gente sabe o que faz no dia a dia e tudo que esse grupo pode dar. Ontem ninguém era bom. Amanhã as manchetes vão falar? Tem que falar, tem que falar que o Grêmio atropelou, foi muito melhor, dominou o jogo todo e ganhou. Mais um Gre-Nal na casa do rival, com todo respeito. Coloquem isso nas manchetes amanhã. Foi o que aconteceu", disse Renato Gaúcho.

"O Grêmio não se encontra em uma fase ótima, mas muita gente insiste que a fase é horrível. Gostaria de perguntar, de onde ela é horrível? O Grêmio tem quatro (nota do editor: sete) pontos na Libertadores, tem um jogo a menos no Campeonato Brasileiro. O que acontece é o que sempre falo para meu grupo. Tranquilidade, confiança. Não desaprendemos a jogar. Muita calma nessa hora, ainda mais quando essas pessoas jogam lenha na fogueira por estarem sofrendo há quatro anos. Muita gente não fala, mas o Grêmio está há 10 Grenais sem perder. Algumas pessoas da imprensa do Rio Grande do Sul precisam ser mais educadas. O Grêmio está mandando no Rio Grande do Sul há quatro anos, não perde para o Inter há 10 jogos. O que falar do nosso rival, então? Se estão sofrendo há quatro anos, problema de vocês. Agradeço a vocês pelas manchetes de hoje, que o Inter ia atropelar o Grêmio. Falaram que eles iam nos atropelar. Hoje, mais uma vez, foram mal educados. Falaram que o Inter ia amassar o Grêmio. Peguem a camisa amassada e recoloquem no armário. Mais respeito. Temos um grupo vencedor há quatro anos. Mais respeito. Enquanto derem essas manchetes, agradeço cada vez mais. Amanhã, não tenham vergonha. Repitam o que vocês falaram hoje", declarou o treinador.

Em outro trecho, Portaluppi voltou a falar sobre o tom das críticas recentes.

"Não tem segredo. É trabalho. É confiança no meu grupo. O Grêmio está ganhando tudo há quatro anos e não presta quando não vence três ou quatro jogos? E a gente gosta quando vem essas críticas do coração. Esses dias falaram que o Grêmio estava correndo pouco, cansado, mas agora temos mais uma prova do nosso preparo físico", disse.

Futebol