PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio pagará quase R$ 3,5 milhões a Thiago Neves por rescisão contratual

Thiago Neves esteve perto do Atlético-MG e assinou com o Sport há uma semana após deixar o Grêmio - Divulgação
Thiago Neves esteve perto do Atlético-MG e assinou com o Sport há uma semana após deixar o Grêmio Imagem: Divulgação

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

23/09/2020 11h39

Classificação e Jogos

Grêmio e Thiago Neves fizeram acordo extrajudicial após rescisão de contrato anunciada há dez dias. O termo prevê pagamento de danos morais e chega ao valor total de R$ 3,4 milhões, a serem pagos em parcelas.

Thiago Neves deixou o Grêmio às vésperas de ativar renovação automática de contrato para 2021.

O valor de R$ 3,4 milhões foi alcançado da seguinte maneira: cerca de R$ 250 mil relativos ao salário de agosto, R$ 360 mil pela rescisão em si, perto de R$ 1 milhão como indenização pela rescisão antecipada e o restante (R$ 1,9 milhão) referente aos danos morais. Serão 12 parcelas de R$ 286.666,66 entre setembro de 2020 e agosto de 2021.

O argumento do meia-atacante para obter danos morais está na forma que a rescisão foi comunicada: por telefone, sem registro formal. A decisão dos dirigentes gremistas também foi vazada à imprensa, o que incomodou o jogador e estafe.

O Grêmio também terá de pagar cláusulas de desempenho atingidas em 2020, como número de jogos. A rescisão ocorreu duas partidas antes de o vínculo ser estendido até dezembro do ano que vem — com aumento de salário.

O documento extrajudicial viralizou nas redes sociais hoje (23) de manhã, e o UOL Esporte confirmou os termos do acordo com o Grêmio.

Saiba como assistir a grandes jogos do Brasileirão ao vivo com o EI Plus! Experimente agora com o UOL Esporte Clube!

Thiago Neves atuou 14 vezes e marcou um gol pelo Grêmio. No mesmo dia da oficialização da rescisão no Sul, o meia de 35 anos entrou em acordo com o Atlético-MG, mas a má repercussão entre os torcedores fez o clube desistir do pedido do técnico Jorge Sampaoli. O estafe do jogador enviou uma notificação extrajudicial ao presidente Sérgio Sette Câmara e ao diretor de futebol Alexandre Mattos cobrando R$ 20 milhões e alegando danos morais. Ele diz que já tinha pré-contrato assinado.

Em meio às polêmicas, Thiago Neves assinou contrato com o Sport no último dia 17. Ele foi recebido com festa pela torcida.

Futebol