PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Após sete casos, Sormani diz que Fla paga preço por 'bobagens' na pandemia

Sormani critica presidente do Flamengo após sete jogadores serem diagnosticados com covid-19 - Reprodução
Sormani critica presidente do Flamengo após sete jogadores serem diagnosticados com covid-19 Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/09/2020 20h38

Classificação e Jogos

Para o comentarista Fábio Sormani, do Fox Sports, os sete casos de coronavírus no elenco do Flamengo na véspera do jogo contra o Barcelona (EQU), pela fase de grupos da Libertadores, são o resultado das "bobagens" feitas pelo clube durante a pandemia.

No "Futebol na Veia" de hoje, exibido pela ESPN, o jornalista convidado na atração recordou o esforço do clube para a volta do futebol, o retorno antecipado aos treinos e até a possibilidade da volta do público aos estádios no dia 4 de outubro, em jogo do Fla contra o Athletico Paranaense, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

"Foi primeiro a querer a volta do futebol, está pleiteando a volta de público ao estádio. Enfim, o time que mais bobagens fez nesta pandemia chama-se Clube de Regatas do Flamengo, e hoje está pagando o preço por isso. Tem sete jogadores infectados. O Landim deu uma entrevista dizendo que não tem ambiente mais seguro do que um clube de futebol. Mentira. Quase que o time inteiro do Flamengo já foi infectado. Que lugar seguro é esse?", questionou Sormani.

Para o jogo de amanhã, pela quarta rodada da fase de grupos, o Flamengo não terá Isla, Filipe Luís, Diego, Vitinho, Bruno Henrique, Michael e Matheuzinho, todos diagnosticados com covid-19. Gabigol se lesionou e dificilmente joga. Diego Alves e Pedro Rocha ficaram em tratamento no Rio. Gustavo Henrique, por sua vez, está suspenso.

UOL Esporte vê TV