PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Botafogo e Santos empatam; paulistas perdem chance de encostar na ponta

Do UOL, em São Paulo

20/09/2020 20h11

Classificação e Jogos

Com ótima atuação da defesa, Botafogo conseguiu segurar o 0 x 0 contra o Santos na noite de hoje (20) no Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O resultado não foi bom para as ambições de nenhum dos dois times no Campeonato.

O Santos conseguiu manter a sequência invicta e agora está a seis jogos sem perder. Porém, o time de Cuca perdeu uma boa chance de alcançar o G4, permanecendo na sétima colocação. O ponto somado para o Botafogo foi bom para tirá-lo da vice-lanterna, mas não foi o bastante terminar a rodada fora da zona de rebaixamento.

O próximo compromisso do Botafogo é na quarta-feira (23), quando enfrentará o Vasco pela Copa do Brasil. No dia seguinte, o Santos estará no Equador para encarar o Delfín pela Libertadores.

Arthur Gomes: só faltou o gol

Escolhido por Cuca para entrar na vaga de Soteldo, Arthur Gomes foi o jogador que mais deu trabalho para a defesa botafoguense. Com apenas sete minutos de jogo, num contra-ataque, ele já obrigou Gatito a fazer boa defesa. Depois disso, ele ainda arriscou de longe, mas novamente foi parado pelo paraguaio, e mandou um chute colocado, que foi para fora.

Rentería: discreto até demais

O colombiano foi pouco participativo no Botafogo. Em uma das suas poucas aparições na partida, deu um empurrão em Marinho no primeiro tempo. O lance quase resultou em gol de falta para o Santos com Carlos Sánchez.

Salvou, mas nem precisava

Numa das poucas vezes que Arthur conseguiu passar por Gatito, Victor Luís salvou de forma impressionante. O atacante havia recebido um toque de letra de Marinho e conseguiu encobrir o goleiro, mas o lateral evitou o gol santista tirando a bola de cima da linha. Apesar da jogada emocionante, nada disso valeu porque o assistente marcou posição irregular do próprio Arthur Gomes.

Quase teve expulsão, mas também não precisava

Aos 38 minutos, Caio Alexandre deu uma entrada dura em Diego Pituca e José Mendonça da Silva Junior expulsou o volante. Depois, ele foi consultar o lance no vídeo e concluiu que o lance não era para tanto, retirando o cartão vermelho e deixando Caio apenas amarelado. Por conta da checagem, a partida ficou paralisada por cerca de quatro minutos.

Cronologia do jogo

No primeiro tempo, o Botafogo começou melhor e quase conseguiu surpreender o goleiro João Paulo. A dupla de ataque do Santos deu trabalho à defesa botafoguense. Numa das melhores chances santistas, Carlos Sánchez cobrou falta, obrigando Gatito a fazer boa defesa.

Após o intervalo, o ritmo do jogo seguiu semelhante, desta vez com o ataque santista reforçada pela presença de Kaio Jorge, que voltou ao time após se recuperar do Covid-19. Aos 29, ele recebeu a bola cruzada por Sánchez e quase abriu o placar de cabeça. Aos 44 minutos, o Santos fez um bombardeio, mas a defesa do Fogão novamente conseguiu evitar o gol.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 0 SANTOS

Competição: Campeonato Brasileiro - 10ª rodada
Data: 20 de setembro de 2020, domingo
Hora: 18h15 (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Sidmar dos Santos Meurer (ambos do PR)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Cartões amarelos: Gatito, Fernando, Caio Alexandre e Davi Araújo (Botafogo); Carlos Sánchez e Lucas Veríssimo (Santos)

Botafogo: Gatito; Fernando (Barrandeguy), Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis (Hugo); Renteria (Luis Otavio), Caio Alexandre (Rafael Forster) e Davi Araújo (Honda); Rhuan, Kalou e Matheus Babi. Técnico: Paulo Autuori

Santos: João Paulo; Pará (Madson), Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Carlos Sanchez (Ivonei) e Jean Mota (Tailson); Marinho, Raniel (Kaio Jorge) e Arthur Gomes (Lucas Lourenço). Técnico: Cuca