PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2020

Após demitir Argel, CSA vence e complica situação do Cruzeiro na Série B

Jogadores do CSA celebram gol contra o Cruzeiro pela Série B - Pei Fon/Zimel Press/Estadão Conteúdo
Jogadores do CSA celebram gol contra o Cruzeiro pela Série B Imagem: Pei Fon/Zimel Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

19/09/2020 22h54

Classificação e Jogos

O CSA venceu o Cruzeiro por 3 a 1 na noite de hoje (19) pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A vitória deu um respiro ao time alagoano e complicou ainda mais a situação cruzeirense no torneio. Cleberson, Alan Costa e Pedro Lucas marcaram para o CSA e Matheus Pereira diminuiu para o Cruzeiro.

A vitória vem dois dias após a demissão de Argel Fuchs, que ficou pouco mais de duas semanas no comando do CSA. Para o jogo de hoje, o time contou com o interino Adriano Rodrigues, mas Mozart, ex-auxiliar do Coritiba, já foi confirmado como novo treinador.

Com a vitória, o time de Maceió deixou a lanterna e agora ocupa a 18ª colocação com sete pontos. Já o Cruzeiro permanece próximo ao Z4. O time mineiro está em 15º, com oito pontos, mesma pontuação de Botafogo-SP e Guarani, que abre a zona de rebaixamento para a Série C.

Pedro Lucas mandou bem

Em sua estreia pelo CSA, o atacante Pedro Lucas marcou o terceiro gol do CSA com apenas 11 minutos em campo. Antes disso, ele já havia recebido um cartão amarelo por falta, mas conseguiu se redimir com a cabeçada certeira que ampliou a vantagem alagoana no jogo. O atacante, que havia deixado o Figueirense, ainda teve uma bola na trave poucos depois.

Rodrigo Pimpão mandou mal

O atacante do CSA foi expulso de jogo na metade do segundo tempo. Ele havia recebido um cartão amarelo no primeiro tempo e depois fez falta em Matheus Pereira, resultando na sua advertência. Apesar das faltas, ele teve participação no lance que deu origem ao primeiro gol do CSA.

Primeira vitória desde agosto

A semana havia sido conturbada para o CSA. O time vinha de uma sequência de sete jogos sem vitória e demitiu o técnico Argel Fuchs após apenas 18 dias de trabalho. Com Adriano Rodrigues como interino, o time reagiu. A defesa, que vinha de 14 gols sofridos nesta sequência, além de não sofrer nenhum hoje, ainda foi a responsável pela vitória do time alagoano com os gols de Cleberson e Alan Costa.

Ney Franco aposta em mudanças precoces

Em seu segundo jogo à frente do Cruzeiro, Ney Franco começou a mexer no time ainda no primeiro tempo. Com 30 minutos de jogo e com o placar em 2 a 0 para o CSA, o treinador tirou o volante Jadsom Silva para colocar o atacante Thiago. Depois, tirou o atacante Arthur Caíke para a entrada de Daniel Guedes.

"Fala, Zezé! Bom dia, cara!"

CSA e Cruzeiro se reencontraram 296 dias depois da vitória por 1 a 0 do time alagoano no Mineirão, pela reta final do Brasileirão do ano passado. Após a partida, Abel Braga foi demitido e Thiago Neves foi barrado no elenco.

Também foi após esse jogo que vazou o áudio em que o próprio Thiago Neves pedia ao vice de futebol Zezé Perrella que pagasse os salários atrasados como uma "motivação a mais" para o confronto direto contra o rebaixamento.

Cronologia do Jogo

O CSA saiu na frente graças ao desempenho dos seus dois zagueiros. Aos 11 minutos, Diego Renan cobrou escanteio, Rodrigo Pimpão desviou e Cleberson subiu sozinho para cabecear e abrir o placar. Depois, aos 28, Alan Costa, também de cabeça, ampliou.

No segundo tempo, aos 21 minutos, Matheus Pereira recebeu de Robersom, invadiu a área e mandou para o fundo das redes na saída do goleiro Matheus Mendes. Em pouco tempo, o CSA voltou a ter dois gols de vantagem. Aos 28, Pedro Lucas marcou o terceiro dos alagoanos.

FICHA TÉCNICA
CSA 3 X 1 CRUZEIRO

Competição: Campeonato Brasileiro - Série B (10ª rodada)
Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 19 de setembro de 2020, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá e Lilian da Silva Fernandes Bruno (do RJ)

Cartões amarelos: Pedro Júnior, Pedro Lucas e Rodrigo Pimpão (CSA); Machado (Cruzeiro)
Cartões vermelhos: Rodrigo Pimpão (CSA)

Gols: Cleberson (11') e Alan Costa (28') para o CSA, no primeiro tempo; Matheus Pereira (21') para o Cruzeiro e Pedro Lucas (26') para o CSA no segundo tempo.

CSA: Matheus Mendes; Diego Renan, Cleberson, Alan Costa e Rafinha; Geovane, Márcio Araújo e Yago; Rodrigo Pimpão, Pedro Júnior (Cedric) e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). Técnico: Adriano Rodrigues.

CRUZEIRO: Fábio; Rafael Luiz (Roberson), Léo, Cacá e Matheus Pereira; Jadsom Silva (Thiago), Jean e Maurício; Régis, Airton (Machado) e Arthur Caíke (Daniel Guedes). Treinador: Ney Franco.