PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cinco fatos confirmam crise no Grêmio e botam pressão em Renato Gaúcho

Elvis Gonzalez - Pool/Getty Images
Imagem: Elvis Gonzalez - Pool/Getty Images

Jeremias Wernek

Do UOL Esporte

17/09/2020 04h00

O Grêmio vive uma crise e sim, Renato Gaúcho está pressionado. O UOL Esporte separou cinco fatos que confirmam a situação atual do time, que perdeu para Universidad Católica-CHI por 2 a 0 na Copa Libertadores e tem sido alvo de críticas cada vez mais duras da torcida.

Além da lista de motivos, o relato interno é de que há desgaste com a recente queda de rendimento do time (atualmente em 13º lugar no Brasileirão). E também existe insatisfação pela demora em contratação de reforços.

Uma vitória em seis jogos

Larcio, do Caxias, comemora seu gol diante do Grêmio pela final do Gauchão - Pedro H. Tesch/AGIF - Pedro H. Tesch/AGIF
Grêmio perdeu, mas ganhou: foi na final do Gauchão em Porto Alegre. De lá para cá, seis jogos
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Desde que conquistou o Gauchão (com derrota no jogo final), o Grêmio venceu apenas um jogo. A sequência, envolvendo a segunda partida da decisão estadual diante do Caxias, revela de forma cristalina o que, às vezes, o discurso de Renato Gaúcho torna difuso. São três derrotas em curto espaço de tempo. Dois empates e apenas o triunfo contra o Bahia, fora de casa.

Quatro jogos seguidos com jogador expulso

Atlético-GO, Bahia, Fortaleza e Universidad Católica. Geromel, Matheus Henrique, Luiz Fernando e David Braz. As duas listas se cruzam quando o assunto é cartão vermelho, jogo da expulsão e o protagonista. Os casos recorrentes fogem ao padrão do time gremista, mas acumulam lances em que foi preciso fazer falta para liquidar contra-ataque letal e falta de controle emocional. Características de um time fora do prumo.

Pior na Libertadores desde 2013

Jogadores do Grêmio antes de partida com Universidad Católica, no Chile - Lucas Uebel/Grêmio FBPA - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Segundo o Stats Perform, serviço de estatísticas, o Grêmio fez contra a Católica a pior partida em Copa Libertadores desde 2013 quando o assunto é finalizações. Foram somente quatro conclusões contra o gol do time chileno na partida de quarta-feira. Pior índice em sete anos.

Provocação de Thiago Neves

O Grêmio contratou Thiago Neves, rescindiu e depois de perder teve de ouvir provocação do meia-atacante nas redes sociais. A ironia do ex-camisa 10 aumenta o contexto de turbulência. A própria saída do jogador resume: titular na quinta-feira à noite, dispensado na sexta de manhã e para não ativar cláusula de prorrogação do vínculo por mais uma temporada.

Diretoria deve trocar preparador físico e executivo

Márcio Meira, preparador físico do grupo principal desde fevereiro, e Klauss Câmara, executivo de futebol profissional desde o início do ano passado, estão na corda bamba. Depois da derrota no Chile, ambos foram duramente criticados nos bastidores. Pela condição física do time, considerada ruim. E pelos reforços contratados e não contratados. O número de ex-jogadores do Cruzeiro, antigo clube de Câmara, já incomoda há tempos — como mostrou UOL Esporte em Bastidores do Dia.

Futebol