PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Titular na pausa, Rony volta à Liberta como 6ª opção à espera de julgamento

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

16/09/2020 04h00

Classificação e Jogos

A última participação direta para gol de Rony no Palmeiras foi justamente na última partida da equipe pela Copa Libertadores: em 10 de março, na vitória por 3 a 1 contra o Guaraní (PAR). Até então titular, o atacante volta à competição como a sexta opção do ataque, enquanto aguarda a definição dos próximos passos de seu julgamento na Fifa. Hoje (16), o Alviverde enfrenta o Bolívar, em La Paz, pela terceira rodada da fase de grupos da competição continental.

Com a mudança no esquema tático feita por Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras tem jogado no 4-3-3, com Luiz Adriano como referência, Wesley dando velocidade pelo lado esquerdo, e Lucas Lima aberto para armar pelo lado direito. Willian e Veron são os outros atacantes usados com frequência.

Rony perdeu espaço desde o empate com o Internacional, pelo Brasileirão. O clube identificou um grande nervosismo no camisa 11, contratado no início da temporada por 6 milhões de euros (R$ 28 milhões à época): ele ainda não fez gol em 18 partidas e deu apenas duas assistências, ambas pela Libertadores — a outra foi contra o Tigre (ARG).

O atleta jogou os 90 minutos das duas primeiras apresentações na Libertadores, cenário bem diferente do atual. Hoje, Lucas Lima e Luiz Adriano estão fora. Caso Luxemburgo mantenha a atual ideia de jogo, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa têm mais chances de atuar contra o Bolívar (BOL) no lugar do camisa 20, enquanto Willian deve ser o substituto de Luiz.

Julgamento de efeito suspensivo ainda deve demorar

Rony está à disposição no Palmeiras graças a um efeito suspensivo no TAS (Tribunal Arbitral do Esporte). Ele havia sido suspenso por quatro meses, por conta de uma ação do Albirex Niigata (JAP), sua ex-equipe, mas pode jogar até a decisão final da corte.

A audiência ainda não tem data marcada para ocorrer, e deverá demorar. Ontem (15), Palmeiras e Rony apresentaram as apelações. Restam mais três etapas no processo antes da marcação de uma data para a audiência.

Palmeiras