PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-presidente do Nacional de Rolândia é morto a facadas no Paraná

José Danilson, ex-presidente do Nacional, morreu na noite de hoje - Reprodução/Facebook
José Danilson, ex-presidente do Nacional, morreu na noite de hoje Imagem: Reprodução/Facebook

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

16/09/2020 23h53Atualizada em 17/09/2020 19h20

Ex-presidente do Nacional, de Rolândia (PR), José Danilson morreu da noite de hoje depois de levar ao menos sete facadas. A informação foi confirmada por testemunhas ouvidas pelo UOL.

Segundo um funcionário do clube, que não quis ser identificado, o ataque foi feito por um ex-jogador do time. "Ele teve uma passagem em 2018, saiu do clube, e desde então vinha ameaçando Danilson porque não quis aproveitá-lo", afirmou, por telefone.

Ainda de acordo com o funcionário, foram ao menos sete facadas: duas na região da cabeça, uma no pescoço, uma na perna e outra que furou o pulmão. Ele foi levado para um hospital de Rolândia e depois transferido para o Hospital do Coração, em Londrina, já em estado gravíssimo. Danilson não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 21h30.

Segundo testemunhas, o suspeito foi preso cerca de 10 minutos depois e levado para 29ª Delegacia Regional de Rolândia. O UOL ligou para a DP, mas o delegado responsável se recusou a passar informações.

O UOL também tentou contato com a Polícia Militar, mas sem sucesso até a conclusão desta reportagem.

Fundado em 1947, Nacional Atlético Clube, de Rolândia, participa da Série D do Campeonato Brasileiro. A sua estreia ocorre no próximo sábado (19) contra a Ferroviária, no estádio Érich Georg, com portões fechados, devido à pandemia do coronavírus.

Além de dirigente de futebol, Danilson, de 58 anos, também era empresário e político na cidade.

A prefeitura de Rolândia decretou luto na cidade e se solidarizou com amigos e familiares. "O município perdeu hoje um de seus ícones na política e no esporte. Danilson era presidente de honra do Nacional Atlético Clube, time de futebol mais longevo do norte do estado, que é o atual campeão da Taça Federação Paranaense de Futebol e que disputará um campeonato brasileiro após 20 anos de espera. Ele deixa um legado de amizade, respeito, admiração e muito trabalho por Rolândia. O horário do velório e do sepultamento ainda não foram divulgados", escreveu o perfil da prefeitura, no Facebook.

Nota do Hospital do Coração

Paciente deu entrada no Hospital do Coração de Londrina em estado gravíssimo. Foi prontamente levado para o centro cirúrgico e passou por procedimento de emergência com a equipe de cirurgia torácica. Contudo não foi possível reverter o quadro e, infelizmente, houve o óbito.

Futebol