PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Mattos entende reação da torcida do Atlético por Thiago Neves: "faz parte"

Thiago Neves esteve perto de se transferir para o Atlético-MG no mercado da bola - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Thiago Neves esteve perto de se transferir para o Atlético-MG no mercado da bola Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Danilo Lavieri, Thiago Fernandes e Thiago Ferri

Do UOL, em Belo Horizonte e São Paulo

15/09/2020 13h18

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Atlético-MG, falou sobre a negociação com Thiago Neves. As partes chegaram a um acordo verbal na noite passada e, logo após a repercussão negativa, o clube desistiu da contratação do atleta de 35 anos, que deixou o Grêmio no decorrer desta semana e está livre no mercado da bola.

Em entrevista coletiva na tarde de hoje, em São Paulo, o diretor de futebol explicou por que o clube desistiu da contratação do meia-atacante, que estava encaminhada.

"É importante isso, porque a gente entra no capítulo das contratações. A contratação tem um início de demanda técnica. As pessoas imaginam que o diretor executivo define simplesmente assim: quero contratar um goleiro. Mas não é assim. O Sampaoli tem uma característica praticamente única. Por ele ser tão exclusivo, ele tem uma força na demanda técnica como ninguém. Quando ele pede um zagueiro, eu tenho um departamento de análise, um arquivo. A gente manda para o departamento técnico. Várias vezes, a característica é enorme, é boa. Ele detectou isso no Thiago, como detectou em outros meias também. Com a janela e a dificuldade financeira, não conseguimos atender ao Sampaoli. Ele entendeu que a característica do Thiago [Neves] seria interessante", explicou o dirigente, que ainda completou:

"Com a possibilidade iminente de acordo, veio a repercussão que faz parte do ambiente. É uma coisa que seria pesada até para a integridade física dele. Em 2013, contratei o Marcelo Oliveira, e a torcida do Cruzeiro foi para a Toca da Raposa com nariz de palhaço. Esse iria para o nível da integridade física. Fica de aprendizado. Antes observar e encerrar algo que daria problema que insistir em algo por vaidade".

Thiago Neves esteve perto de um acordo com o Galo até o fim do Campeonato Brasileiro 2020, com pagamento por produtividade. A diretoria, no entanto, desistiu das tratativas por causa da pressão feita pela torcida. O jogador se tornou desafeto dos torcedores por causa das provocações em meio a sua passagem pelo Cruzeiro. Diante disso, Alexandre Mattos descartou que tenha assinado contrato com o apoiador.

"Não houve absolutamente nada assinado. Houve conversas de uma possibilidade. Quando você tem um treinador, com aquela ânsia de décadas, você tem que corrigir. O Atlético tem que ser campeão brasileiro e ele vai ser. Você começa a entender o ambiente. Tive que falar que isso criou uma repercussão que não vai dar, vai interferir aqui dentro. O entorno e a questão da integridade física fizeram recuar", comentou.

Atlético-MG