PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Justiça atende Cruzeiro e bloqueia bens de ex-presidente e ex-vice do clube

Wagner Pires de Sá e Itair Machado, ao centro da imagem, utilizaram dinheiro do clube para pagar advogados - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Wagner Pires de Sá e Itair Machado, ao centro da imagem, utilizaram dinheiro do clube para pagar advogados Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Do UOL, em São Paulo

15/09/2020 12h05

A 11ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte atendeu a um pedido da atual diretoria do Cruzeiro e bloqueou as contas do ex-presidente Wagner Pires de Sá e do ex-vice de futebol Itair Machado.

Na decisão, a juíza Claudia Aparecida Coimbra Alves ordenou o bloqueio online de R$ 49.360,01 pertecentes aos ex-dirigentes, envolvidos em um escândalo de corrupção no clube.

Autor da ação, o Cruzeiro pede o ressarcimento dos honorários de advogados pagos com o dinheiro do clube para defender Wagner e Itair em 2018. O clube ainda conseguiu ter gratuidade de justiça por conta da crise financeira que atravessa.

O presidente atual do time, Sérgio Santos Rodrigues, celebrou a decisão da juíza. "Com muita satisfação, informo que ontem conseguimos mais uma ordem de bloqueio nas contas de ex-dirigentes do Cruzeiro que gastaram dinheiro do clube indevidamente", iniciou.

"Já é o 4° caso, com êxito, que atuamos no âmbito cível, independentemente das investigações criminais que tramitam junto a Polícia Civil e ao MP. Como prometido, seremos implacáveis contra quem lesou o patrimônio dos 9 milhões de torcedores apaixonados. Iremos atrás de cada centavo", finalizou Sérgio.

Cruzeiro