PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2020

Walter decide no fim, e Athletico vence Jorge Wilstermann de virada

Walter comemora gol marcado contra o Jorge Wilstermann, pela Libertadores  - Divulgação/Athletico
Walter comemora gol marcado contra o Jorge Wilstermann, pela Libertadores Imagem: Divulgação/Athletico

Do UOL, em São Paulo

15/09/2020 21h17

Classificação e Jogos

O Athletico venceu o Jorge Wilstermann de virada por 3 a 2, nesta terça-feira (15), no estádio Félix Capriles, em Cochabamba (Bolívia), pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, graças a um gol no fim do jogo, marcado por Walter. Os outros gols do Furacão foram marcados por Lucho González e Christian — Gilbert Álvarez e Serginho marcaram para o time boliviano.

Com o resultado, o Jorge Wilstermann permaneceu com três pontos na tabela. O Athletico, por sua vez, chega a liderança do Grupo C, com seis pontos — superando o Colo-Colo, que tem a mesma pontuação, no saldo de gols.

A próxima partida do Furacão pela competição continental será na quarta-feira que vem (23), contra o Colo-Colo, às 19h15 (de Brasília), na Arena da Baixada. Por sua vez, a equipe boliviana recebe o Peñarol, na quinta-feira (24), no estádio Félix Capriles, em Cochabamba, às 19h.

Confira como ficou a tabela do tabela da Libertadores com a vitória do Athletico.

O melhor: Christian se destaca pela entrega

O meio-campista do Athletico fez uma muito boa contra o Jorge Wilsteramnn. Correu muito para conter os avanços adversários, desarmou e deu bons passes para distribuir o jogo. Foi coroado com um gol. Quando foi substituído aos 37 do segundo tempo, dando lugar a Walter, o jogador foi flagrado pela transmissão da Conmebol TV passando mal atrás de um dos gols por conta da altitude.

O pior: Serginho vai de herói a vilão

O atacante brasileiro Serginho, que atua pela equipe boliviana, foi de herói a vilão na segunda etapa. Ele marcou o gol que desempatou a partida aos 11 minutos da etapa final e dava a vitória parcial ao Jorge Wilstemann. No entanto, foi expulso aos 42 após ser driblado por Carlos Eduardo e sua equipe não teve mais condições de pressionar o Athletico como vinha fazendo. O castigo veio no fim com o gol de Walter.

Gols

Jorge Wilstermann: Gilbert Álvarez , aos 10 minutos do primeiro tempo
Após lançamento longo para o campo de ataque, Santos saiu mal, foi enganado pelo quique da bola e Álvarez tirou do goleiro para rolar para o fundo do gol e abrir o placar.

Athletico: Lucho González, aos 39 minutos do primeiro tempo
Depois do pênalti cometido em Fabinho, Lucho González cobrou a penalidade com tranquilidade no canto direito e não deu chances a Giménez para igualar o marcador.

Jorge Wilstermann: Serginho, aos 11 minutos do segundo tempo
Em jogada muito bem trabalhada pela direita, Patito tabelou com Chávez, invadiu a área pela direita e cruzou para trás. O brasileiro Serginho chegou tocando de primeira e colocando no fundo do gol.

Athletico: Christian, aos 28 minutos do segundo tempo
Outra bela jogada, mas do lado do Furacão. Christian tabelou pelo meio com Fabinho, tirou da marcação já dentro da área e tocou na saída de Giménez.

Athletico: Walter, aos 46 minutos do segundo tempo
Jonathan tabelou com Carlos Eduardo, colocou na frente pela direita e cruzou para trás. Walter, que tinha entrado há pouco, ajeitou e tocou no cantinho do gol para virar para o Furacão.

FICHA TÉCNICA JORGE WILSTERMANN X ATHLETICO

Local: Estádio Félix Capriles, Cochabamba

Data: 15 de setembro de 2020, terça-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Angelo Hermosilla

Assistentes: Alejandro Molina e Cláudio Urrutia

Cartões amarelos: Serginho, Cristian Chávez, Edward Zenteno e Esteban Orfano (Jorge Wilstermann); Christian e Erick (Athletico)

Cartão vermelho: Serginho

Gols: Gilbert Álvarez , aos 10 minutos do primeiro tempo e Serginho, aos 11 minutos do segundo tempo (Jorge Wilstermann); Lucho González, aos 39 minutos do primeiro tempo; Christian, aos 28 minutos do segundo tempo e Walter, aos 46 minutos do segundo tempo (Athletico).

JORGE WILSTERMANN: Arnaldo Giménez ; Ismael Benegas, Edward Zenteno, Juan Pablo Aponte ; Carlos Melgar (Torrico), Cristian Chávez, Serginho, Leonel Justiniano ; Patito Rodríguez (Arrascaita), Esteban Orfano, Gilbert Álvarez (Pedriel). Técnico: Christian Díaz.

ATHLETICO: Santos; Jonathan, Felipe Aguilar , Pedro Henrique e Márcio Azevedo (Abner Vinícius); Wellington, Erick , Lucho González (Pedrinho) e Christian (Walter); Fabinho (Carlos Eduardo) e Geuvânio (Ravanelli). Técnico: Eduardo Barros.

Este conteúdo foi gerado pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL e revisado pela redação antes de ser publicado.