PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Conversas evoluem, e Flu avança por venda de Marcelo Pitaluga ao Liverpool

Marcelo Pitaluga é goleiro da seleção brasileira sub-17 e joia do Fluminense - Divulgação/CBF
Marcelo Pitaluga é goleiro da seleção brasileira sub-17 e joia do Fluminense Imagem: Divulgação/CBF

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

05/09/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Fluminense deve negociar o goleiro Marcelo Pitaluga com o Liverpool nos próximos dias. As conversas entre o Tricolor e o clube inglês evoluíram e a tendência é que um acordo seja costurado pela venda do jovem de 17 anos no mercado da bola.

Após negar propostas baixas logo que Marcelo assinou seu primeiro contrato profissional, o Flu viu o namoro dos Reds com o goleiro da seleção brasileira sub-17 seguir nos bastidores. Os ingleses procuravam informações com seu empresário, Fábio Braga. O ex-volante tricolor seguiu em contato com a diretoria, que não estava disposta a fazer negócio, apesar do vínculo com o jovem ir apenas até fevereiro de 2022.

As conversas caminharam nos últimos dias com uma contraproposta do Tricolor que não parece fugir da capacidade financeira do Liverpool. O Fluminense pretende também manter um percentual dos direitos econômicos do atleta visando uma futura venda. A próxima semana deve ser decisiva para concretizar o negócio.

O Liverpool, então, viu que precisaria subir a proposta para cumprir o plano de fazer de Pitaluga o herdeiro de Alisson embaixo das traves no Anfield. A ideia é desenvolver o jovem no clube e em equipes menores do futebol inglês antes de tê-lo pronto para assumir o posto do atual melhor goleiro do mundo, seu compatriota e irmão do companheiro Muriel, com quem conversou sobre o negócio nos últimos dias.

Com passaporte europeu devido à descendência alemã, Marcelo e sua família desejam a transferência para o Velho Continente. O goleiro recebeu uma proposta de salário consideravelmente mais alta do que recebe no Flu, o que poderá proporcionar, desde a chegada à Inglaterra, uma vida mais confortável. Se não pressiona e aguarda a decisão da diretoria, os parentes não escondem a vontade pela ida à Europa.

Marcelo com o ídolo Paulo Victor e Marcos Felipe em treino do Fluminense - Mailson Santana/Fluminense FC - Mailson Santana/Fluminense FC
Marcelo com o ídolo Paulo Victor e Marcos Felipe em treino do Fluminense
Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Pelo lado técnico, a perda não será grande para o elenco do Fluminense neste momento, já que Marcelo briga apenas pelo posto de terceiro goleiro no time comandado por Odair Hellmann.

Além disso, o clube tem o exemplo de Marcos Felipe, outro jogador da posição que brilhou nas divisões de base, foi titular das seleções brasileiras de categorias inferiores e ainda não teve grande sequência como titular aos 24 anos, quando começa a aparecer mais como bom reserva e sombra de Muriel.

Apesar da esperança no jovem de 1,91 m, considerado a maior revelação da posição na era Xerém da base do Fluminense, a expectativa em utilizar Marcelo no time principal é longínqua se considerada a dificuldade financeira vivida pelo clube e a possibilidade de um negócio que agrade todas as partes neste momento.

Fluminense