PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Messi pode seguir jogando se caso com Barça for à Justiça? O que diz a Fifa

Lionel Messi durante partida do Barcelona na Liga dos Campeões - POOL
Lionel Messi durante partida do Barcelona na Liga dos Campeões Imagem: POOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

29/08/2020 04h00

Lionel Messi e o Barcelona ainda não chegaram a um acordo sobre o futuro do atleta. O craque argentino aposta em uma cláusula em seu contrato que lhe garante a rescisão unilateral após o fim de cada temporada, possibilitando a saída conforme sua própria vontade.

No entanto, os dirigentes catalães afirmam que o camisa 10 deveria ter acionado essa 'brecha' até o dia 30 de maio, que, de acordo com o jornal espanhol Sport, seria a data do fim da temporada que consta no contrato vigente entre as duas partes. Essa data é referente ao fim da temporada antes da pandemia do coronavírus, pois neste ano, em específico, o fim da temporada se deu apenas em agosto.

Sendo assim, não há acordo para a saída livre de gastos do astro argentino. Para a Fifa, se Lionel Messi chegar a um acordo com alguma equipe, sendo a Inter de Milão, o Manchester City ou Paris Saint-Germain, e estiver em uma disputa judicial contra o Barcelona, ele poderá atuar pelo novo clube sem problemas.

Isso ocorre porque o órgão que regulamenta as regras de futebol prioriza o direito de trabalho do atleta e assim, seu novo time poderia solicitar o CTI (Certificado de Transferência Provisória) e o Barcelona não poderia negar o documento.

Caso a Justiça determine que o clube catalão é o vencedor da causa, ela estipularia uma multa que deve ser paga pelo clube que o atleta estiver atuando.

Futebol