PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Ricardo Quaresma vê Brasil como 'opção' para sequência da carreira

Ricardo Quaresma, atacante português - David Ramos/Getty Images
Ricardo Quaresma, atacante português Imagem: David Ramos/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/08/2020 22h49

O atacante português Ricardo Quaresma vê no Brasil uma possibilidade para a sequência de sua carreira. O jogador de 36 anos tem a intenção de atuar por mais dois anos, pelo menos, antes de encerrar sua carreira.

Para que a possibilidade de atuar no futebol brasileiro se concretize no entanto, o atacante foi sincero: precisa de uma boa proposta.

" (O Brasil) É uma opção. Eu sou uma pessoa que sempre esteve atenta ao futebol brasileiro, porque sempre gostei de ver os jogadores brasileiros jogarem. Agora passa pela proposta que eu vou receber, né? (risos). Eu não fecho portas para ninguém. Eu me sento, vejo a proposta e vejo o que é melhor para a minha família. Se vier a oportunidade...", disse o jogador em entrevista ao Resenha ESPN, hoje.

Carreira poderia ter sido maior

Quaresma entende que poderia ter ido mais longe como jogador de futebol. Mesmo tendo atuado em grandes clubes - Sporting, Porto, Barcelona, Inter de Milão e Chelsea - e na seleção portuguesa por vários anos, o atacante entende que não alcançou todo o sucesso que poderia como jogador muito por sua culpa e falta de paciência.

"O grande culpado de eu nunca ter triunfado em uma grande equipe? A culpa é minha. Quando eu cheguei no Barcelona eu era muito jovem, eu tinha 18 anos. E eu que pedi para sair, ninguém pede para sair. Eu pedi para sair porque queria jogar mais, não tive a calma de esperar pelo momento. Acho que na Inter foi a minha pior fase, foi um momento que eu me sentia fraco", exemplificou no Resenha ESPN, que contou com a participação de Djalminha, Alex e Amoroso, além da apresentação de André Plihal.

Quaresma afirmou que mudaria algumas escolhas em sua carreira, mas diz não se arrepender do que construiu.

"Existem momentos que precisamos ser fortes e eu não soube aguentar muitas coisas que se passaram na minha vida. Eu sei que tenho talento para ter chegado muito mais longe do que cheguei, mas a vida não anda para trás, ela anda para frente. Não me arrependo de nada do que fiz. Mas se eu pudesse mudar algumas coisas, obviamente que eu mudaria, mas estou muito feliz com a carreira que eu consegui construir", complementou.

Apesar de não ter passagens de grande sucesso pelos maiores clubes da Europa, Quaresma têm títulos de expressão em alguns deles. Entre seus principais títulos por clubes, o jogador venceu o Campeonato Português quatro vezes (uma pelo Sporting e três pelo Porto), a Liga dos Campeões e o Campeonato Italiano (com a Inter de Milão) e dois Campeonatos Turcos pelo Besiktas.

Pela seleção portuguesa, Ricardo Quaresma disputou a Copa do Mundo de 2018 e conquistou a Eurocopa de 2016.

UOL Esporte vê TV