PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Em campo e nos cofres, Flu tem jogo de 'vida ou morte' na Copa do Brasil

Fluminense de Odair Hellmann terá jogo de vida ou morte contra o Figueirense na Copa do Brasil - Mailson Santana/Fluminense FC
Fluminense de Odair Hellmann terá jogo de vida ou morte contra o Figueirense na Copa do Brasil Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

25/08/2020 04h00

O técnico Odair Hellmann faz certo em pensar a longo prazo, mas o fato é que o Fluminense terá um jogo de vida ou morte contra o Figueirense hoje (25), às 21h30, no Maracanã. Não só em campo, mas também fora dele, o Tricolor precisa da classificação na Copa do Brasil.

Após sair em desvantagem no jogo de ida da terceira fase, no Orlando Scarpelli, quando jogou mal e perdeu por 1 a 0 para o adversário desta noite, o Flu necessita de uma vitória para sair de sua casa com a vaga garantida na quarta fase, a última antes da entrada das equipes classificadas para a Libertadores.

"Não é que seja a partida mais importante do ano, mas é uma partida fundamental para essa retomada. Tem a importância de uma competição em que o Fluminense quer seguir em frente pela parte técnica e financeira. Só que na quarta não vão morrer todas as pessoas do mundo, não vai acontecer uma catástrofe. O Fluminense tem mais de 100 anos de vida, já passou por derrotas, vitórias, títulos e resultados difíceis", opinou Odair após a vitória sobre o Athletico, no sábado.

Isso porque, além da manutenção do trabalho de seu treinador, que ainda vive fase um pouco irregular, apesar da campanha dentro das possibilidades no Brasileirão, o Fluminense prevê, em seu orçamento para 2020, chegar pelo menos às quartas de final do mata mata nacional — o que significa receber R$ 11,8 milhões. Se não se classificar hoje, faturará apenas R$ 3,9 milhões, diferença que fará muita falta no clube.

"É o jogo do ano, o mais importante. Eliminatório, fomos desclassificados na Sul-Americana, então, temos que fazer nosso melhor para avançar. Jogando em casa, temos que impor nosso ritmo, fazer nosso jogo, para passar. Não temos que pensar no 2 a 0. Precisamos de uma vitória simples. A partir do primeiro gol conquistado iremos manter o ritmo para fazer o segundo", afirmou Luccas Claro, em coletiva ontem (24).

Depois do vexame e do desastre esportivo e financeiro com a eliminação na primeira fase da Copa Sul-Americana, a previsão orçamentária, claro, precisou de adaptações. Elas não vieram com previsões mirabolantes no campo, é bem verdade.

Ainda assim, a classificação nesta noite no Maracanã é imprescindível para os combalidos cofres do Tricolor, que em um ano atípico, não sabe se terá vendas suficientes para fechar o ano financeiro, ainda que já tenha conseguido bom negócio (na parte administrativa) com a venda de Gilberto ao Benfica.

Não fosse a importantíssima vitória sobre o Athletico, na Arena da Baixada, Odair chegaria também bastante pressionado para o jogo desta noite. Uma demissão não é intenção de ninguém da diretoria, mas a pressão por um terceiro insucesso — além da Sul-Americana, o Flu foi vice-campeão estadual perdendo para o favorito Flamengo — com a eliminação na Copa do Brasil deixaria a situação difícil de ser sustentada.

Ainda assim, todos no clube trabalham apenas com a classificação na cabeça. Após bater Internacional e Athletico, o Tricolor tem sobrevida e melhorou um pouco a performance pós-paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus. Mas o momento ainda é ruim, com três vitórias, cinco empates e cinco derrotas, que conferem apenas 35,9% de aproveitamento ao time, contando dois amistosos contra o Botafogo.

"Podem esperar um time de guerreiros que vai lutar até o final, buscar a qualquer custo a classificação. Respeitando muito a equipe do Figueirense, sabemos que será um jogo difícil, mas o torcedor pode esperar muita luta, entrega, um bom futebol. Colocar a bola no chão, marcar forte. Estou muito confiante que conquistaremos nosso objetivo", opinou Luccas Claro.

Fluminense conta Evanílson e Marcos Paulo para bater o Figueirense e se classificar na Copa do Brasil - Lucas Merçon/Fluminense FC - Lucas Merçon/Fluminense FC
Fluminense conta com Evanílson e Marcos Paulo para bater o Figueirense e se classificar na Copa do Brasil
Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Em campo, Odair promoverá apenas uma mudança em relação ao time que vinha escalando como titular: o jovem Calegari, de 18 anos, ganhou a vaga de Igor Julião após boa atuação na vitória sobre o Athletico, no sábado. Nino, Nenê e Evanílson, que foram poupados no fim de semana, também voltam à equipe nas vagas de Digão, Ganso e Luiz Henrique — que tem um desconforto na perna direita e não joga nesta noite.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE x FIGUEIRENSE

Data/Hora: 25/08/2020, às 21h30
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Onde ver: Premiere, SporTV e tempo real no Placar UOL.

FLUMINENSE: Muriel; Calegari, Luccas Claro, Nino, Egídio; Yuri, Dodi, Nenê; Marcos Paulo, Michel Araújo e Evanilson. Técnico: Odair Hellmann.

FIGUEIRENSE: Sidão; Lucas, Alemão, Pereira e Brunetti; Geovane, Elyeser e Marquinho; Keké, Diego Gonçalves e Everton Santos. Técnico: Márcio Coelho.

Fluminense