PUBLICIDADE
Topo

Futebol

SPFC precisa de 5 minutos para vencer o Sport e respirar no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

23/08/2020 20h54

O São Paulo pode respirar um pouco mais tranquilo no Brasileirão. Hoje (23), na Ilha do Retiro, em Recife, o Tricolor paulista derrotou o Sport por 1 a 0. Por causa de um início de campeonato inconstante, o técnico Fernando Diniz já era bastante questionado no cargo. Pablo, logo no início do confronto, aos cinco minutos, abriu o placar.

O time do Morumbi agora soma sete pontos, na sexta posição na tabela de classificação. Já o Sport permanece com quatro pontos, em 18º, na zona do rebaixamento. Para ter mais tempo de trabalho e para evitar o conflito de datas entre a Libertadores e o nacional, o São Paulo pediu para o jogo da 11ª rodada, contra o Athletico-PR (originalmente marcado para o dia 20 de setembro), ser adiantado para quarta-feira (26 de agosto), no Morumbi. Já a equipe pernambucana só volta a jogar pelo torneio, domingo (30 de agosto), contra o Coritiba.

Depois de construir a vantagem com Pablo, ainda no começo do duelo, o Tricolor pôde ter calma para administrar o resultado. O Sport até tentou dar a resposta, mas faltava um pouco mais de cuidado no último passe ou não arremate.

Pressão

Depois do jogo de quinta-feira, com o Bahia, Fernando Diniz era bastante questionado. O executivo de futebol do clube, Raí, concedeu uma coletiva e garantiu o treinador no cargo. No entanto, a pressão interna para a troca de comando é grande desde a queda precoce no Paulistão. Por isso, a saída do técnico não é descartada.

Mudança de escalação

Fernando Diniz tentou dar uma outra cara ao São Paulo. O treinador promoveu as entradas de Diego Costa, Léo Pelé, Gabriel Sara e Luciano. Por outro lado, tirou Bruno Alves, Arboleda, Liziero e Igor Gomes.

Desempenho do Sport

O time dono da casa tinha mais a bola no pé, porém faltava mais objetividade na hora de concluir. A equipe também falhava no sistema defensivo e tinha dificuldade para segurar o adversário, principalmente nas investidas em velocidade.

Desempenho do São Paulo

O Tricolor foi para campo com diversas mudanças e um estilo diferente. O time de Fernando Diniz deixou o adversário ter mais a posse de bola e tentou explorar os contragolpes.

Quem foi bem

Recém-contratado, Luciano já parece bem adaptado ao Tricolor. O atacante fez um gol na rodada anterior, e na partida desta noite deu assistência para Pablo. Ele soube também administrar o jogo e até chapéu no adversário deu.

Quem foi mal

Iago Maidana perdeu na corrida para o ataque adversário em alguns lances, como no gol de Pablo.

Cronologia do jogo

O Sport tentava ter mais posse de bola e pressionar. Já o Tricolor explorava os contragolpes, com longos lançamentos. Logo aos 5 minutos, a opção tática dos visitantes deu resultado. Volpi mandou para Luciano, que serviu na medida para Pablo. O camisa 9 finalizou no canto para abrir o placar.

Em desvantagem, os donos da casa passaram a pressionar. Aos 18, o Sport ficou perto do empate. Volpi falhou na saída de bola, Lucas Venuro arriscou de longe e a bola acertou a trave.

Nos contra-ataques, o Tricolor levava perigo também ao adversário. Aos 25, por exemplo, Daniel Alves deixou Igor Vinícius na cara do gol. O lateral direito desperdiçou a oportunidade, que foi defendida por Mailson.

Na etapa final, o São Paulo manteve o seu esquema de jogo. Quando ia sair do seu campo de defesa com a bola no pé, deu alguns sustos. O Sport até tentou pressionar mais, continuava sem objetividade.

Para tentar matar o jogo, os paulistas exploravam os contragolpes. Luciano era quem mais colocava a bola no chão e servia os companheiros. No finalzinho, o Sport mexeu na sua formação para dar mais força ainda ao sistema ofensivo.

Ficha técnica

Data: 23 de agosto de 2020, domingo
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Competição: Campeonato Brasileiro, 5ª rodada
Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Assistentes: Thiaggo Americano Labes (SC) e Helton Nunes (SC)
Quarto Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos (PE)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Chico e Adryelson (Sport); Igor Vinícius, Diego Costa e Reinaldo (São Paulo)
Gol: Pablo aos 5 minutos do 1º tempo;

SPORT: Mailson; Patric, Iago Maidana (Hernane), Adryelson e Sander (Chico); Betinho (Lucas Mugni), Ricardinho e Jonatan Gomez; Lucas Venuto, Marquinhos (Bruninho) e Elton (Ronaldo). Técnico: Daniel Paulista.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa (Arboleda), Léo Pelé e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara e Daniel Alves; Vitor Bueno (Luan), Pablo e Luciano (Igor Gomes). Técnico: Fernando Diniz

Futebol