PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Grupo de torcedores hostiliza time do Palmeiras após vitória no PR. Assista

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

20/08/2020 00h15

Um pequeno grupo, com cerca de dez pessoas, protestou contra o elenco do Palmeiras depois da vitória sobre o Athletico, em Curitiba (PR). O ato ocorreu no aeroporto, quando a delegação já seguia para pegar o voo de volta a São Paulo (SP).

Jogadores como Diogo Barbosa, Bruno Henrique, Gustavo Scarpa e Lucas Lima foram hostilizados, assim como o técnico Vanderlei Luxemburgo e o presidente Maurício Galiotte.

Diogo Barbosa retruca

Não houve agressão nem contato físico entre eles, mas a discussão chegou a ficar mais tensa com Diogo Barbosa, que retrucou aos xingamentos. Luxa ouviu que precisava fazer o "time correr".

Ainda que tenha conquistado o título paulista há duas semanas, o Verdão convive com críticas pelo desempenho. Até o jogo contra o Furacão, eram oito partidas sem vitória contra equipes da Série A (seis empates e duas derrotas), levando em conta as campanhas no Paulista e Brasileirão.

Com cinco pontos em três jogos, o Palmeiras é o oitavo colocado do Nacional. O time enfrenta o Santos, domingo, no Morumbi.

Palmeiras