PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Por que o Galo não se empolgou com Pato após papo de Sampaoli com atacante

Alexandre Pato, atacante do São Paulo - Daniel Vorley/AGIF
Alexandre Pato, atacante do São Paulo Imagem: Daniel Vorley/AGIF

José Eduardo Martins e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

18/08/2020 04h00

Alexandre Pato está longe de viver um bom momento no São Paulo. Nem sequer escolhido para entrar em campo com as cinco alterações possíveis durante o jogo, o atacante perdeu espaço no time de Fernando Diniz neste início de Brasileirão. Por isso, não é de se estranhar que o nome dele apareça em especulações do mercado da bola. Segundo o UOL Esporte apurou, o que há de concreto é um contato entre o técnico do Atlético-MG, Jorge Sampaoli, e o camisa 7 do Tricolor Paulista.

O argentino costuma se manter atualizado e buscar as melhores opções para o seu time. Por coincidência, o treinador gosta do estilo de jogo do atacante são-paulino. Por isso, entre as diversas conversas que ele teve recentemente estava esta com Alexandre Pato. No caso, Sampaoli até fez uma ligação para o atacante, que retornou o contato, segundo uma pessoa próxima da dupla.

No entanto, no momento não há qualquer negociação para que ele troque o São Paulo pelo Atlético. Na avaliação do clube mineiro, o badalado jogador não tem o perfil que se encaixa ao esperado pelo Galo. Além disso, o clube mineiro não está disposto a fazer um grande investimento para contratá-lo agora.

Pato tem vínculo com o São Paulo até 31 de dezembro de 2022. O atacante tem um salário considerado alto para os padrões brasileiros e já esteve na mira de outros times. Neste ano, ele recusou uma oferta de US$ 3 milhões (cerca de R$ 16,53 milhões na cotação atua) do Shabab Al Ahli, de Dubai.

Situação do Galo

Mesmo com a chegada de Eduardo Sasha, a diretoria ainda busca um atacante a pedido de Jorge Sampaoli. O treinador quer mais uma opção para o setor ofensivo.

Eduardo Vargas, do Tigres-MEX, e Nahuel Bustos, do Talleres-ARG, são nomes que agradam à comissão técnica e estiveram em pauta, mas as negociações não avançaram. Hoje, o Galo tem apenas um centroavante de ofício à disposição de Sampaoli no elenco: o jovem Bruno Silva. Ainda sem confiança no jovem, o técnico tem escalado Marrony improvisado na função.

Diego Tardelli, que poderia exercer o papel, se lesionou durante jogo-treino contra o América-MG em meio à pandemia do novo coronavírus e só deve voltar aos gramados em 2021. A diretoria prometeu a Sampaoli que vai tentar a contratação de mais jogadores no mercado da bola. Entretanto, é possível que um novo reforço para o ataque chegue somente na próxima janela internacional de transferências, entre outubro e novembro deste ano.

Futebol