PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Cano decide novamente, e Vasco vence o São Paulo pelo Brasileiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

16/08/2020 17h59

Novamente brilhou a estrela do artilheiro Germán Cano. Com seu estilo oportunista, fez os dois gols da vitória do Vasco sobre o São Paulo por 2 a 1 em São Januário e ajudou o Cruz-maltino a manter os 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro. O tento do Tricolor foi feito por Reinaldo, de pênalti, já nos acréscimos.

Os vascaínos somam agora seis pontos em dois jogos. Já o Tricolor manteve os três pontos também em duas partidas.

Além do Cruz-maltino, estão com 100% de aproveitamento na competição somente o líder Atlético-MG (9 pontos), Bahia (6 pontos) e Athletico-PR (6 pontos e que joga ainda hoje, contra o Santos, às 19h45).

Na próxima quinta-feira, o Vasco visita o Ceará no Castelão (CE) e o São Paulo recebe o Bahia no Morumbi (SP).

São Paulo diminui após repetição de pênalti

Aos 47 minutos do segundo tempo, o VAR foi acionado para uma checagem de pênalti, onde a arbitragem interpretou que Andrey tocou a bola com o braço esquerdo.

Na primeira cobrança, Reinaldo chutou no canto direito e Fernando Miguel defendeu, mas o árbitro mandou repetir pois o VAR apontou que o goleiro vascaíno se adiantou. Na segunda, o lateral esquerdo trocou o canto e diminuiu.

Reclamações no fim

A arbitragem deu mais dois minutos de acréscimo e, ao fim do jogo, o São Paulo reclamou bastante por entender que o tempo dado foi pouco.

Cano chega a 11 gols em 15 jogos

Com os gols de hoje, Germán Cano chegou ao seu 11º com a camisa cruzmaltina em 15 jogos. Ele é o artilheiro isolado da equipe na temporada.

Faz o "L"!

Na comemoração de seus gols, Germán Cano faz um "L" com as mãos em homenagem ao seu pequeno filho Lorenzo, que costuma chamar de "Lolo".

Daniel Alves perde grande chance

vasco x são paulo - Rafael Ribeiro / Vasco - Rafael Ribeiro / Vasco
Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco

Logo aos dois minutos do primeiro tempo, Reinaldo chegou pela esquerda e fez belo cruzamento rasteiro para Daniel Alves. O camisa 10 já estava dentro da pequena área e sem goleiro, mas Talles Magno chegou junto, deu um jogo de corpo no são-paulino e dificultou a conclusão do jogador.

Leandro Castan ganha todas

Capitão do Vasco, Leandro Castan foi soberano na defesa, ganhando por cima e por baixo. O experiente zagueiro vive grande fase no Vasco.

Volpi faz milagre

Aos 25 minutos do primeiro tempo, Benítez fez um belo cruzamento da direita para Talles Magno, que se antecipou e deu uma cabeçada com força. Atento, Volpi fez uma defesaça à queima-roupa.

Bóia explode o travessão de Miguel

O jovem recebeu uma bola pela esquerda aos oito minutos do segundo tempo, ajeitou para a direita e bateu colocado. A bola explodiu no travessão do goleiro Fernando Miguel.

Carneiro volta após suspensão

O uruguaio Gonzalo Carneiro fez a sua reestreia no São Paulo após a suspensão por doping. No ano passado, o atacante foi flagrado em teste antidoping com o resultado analítico adverso para cocaína, durante o Campeonato Paulista.

Ele havia sido reintegrado ao elenco no início de julho e foi relacionado pela primeira vez neste domingo. O atacante — não entrava em campo desde 14 de abril de 2019, no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista — entrou na vaga de Tchê Tchê, aos 33 minutos do segundo tempo.

Vasco com seis crias da base

O Vasco iniciou a partida com seis jogadores formados nas divisões de base: Cayo Tenório, Ricardo Graça, Henrique, Andrey, Gabriel Pec e Talles Magno.

Pato no banco

O técnico Fernando Diniz optou por iniciar a partida com Liziero no lugar de Alexandre Pato. O jovem Paulinho Bóia substituiu Vitor Bueno, lesionado.

A chegada do Vasco

A chegada do São Paulo

VASCO 2 X 1 SÃO PAULO
Local:
São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 16/08/2020 (domingo), às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Bruno Gomes, Cayo Tenório (VAS); Igor Gomes, Liziero, Pablo, Reinaldo, Arboleda, Fernando Diniz [técnico] (SAO)
Gols: Germán Cano (VAS), aos 16' e aos 29' do 2º tempo; Reinaldo (SAO), aos 51' do 2º tempo

Vasco
Fernando Miguel; Cayo Tenório (Miranda), Ricardo Graça, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Fellipe Bastos (Neto Borges), Martín Benitez (Guilherme Parede) e Gabriel Pec (Bruno Gomes); Talles Magno e Germán Cano. Técnico: Ramon Menezes

São Paulo
Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê (Gonzalo Carneiro), Liziero (Gabriel Sara), Daniel Alves e Igor Gomes (Helinho); Paulinho Boia e Pablo. Técnico: Fernando Diniz