PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Por que Arthur mexe com Barça mesmo proibido de jogar contra o Bayern

REUTERS/Albert Gea
Imagem: REUTERS/Albert Gea

Do UOL, em Santos (SP)

14/08/2020 12h03

O Barcelona entra em campo na tarde de hoje (14), às 16h (de Brasília), contra o Bayern de Munique, para decidir a sua vida na Liga dos Campeões 2019/20 - os times brigam por uma vaga na semifinal. Mas a Champions não é o único 'assunto do momento' no clube catalão. A situação do brasileiro Arthur, vendido à Juventus e em atrito com o Barça, continua em pauta.

No mais recente episódio, o clube italiano pediu aos espanhóis que o meia seja liberado para iniciar a pré-temporada a partir do próximo dia 24 de agosto, e não só em setembro - quando termina seu vínculo com os catalães após o acordo financeiro entre os times. Até então, o tema estava sendo tratado entre o jogador, seus advogados e a diretoria do Barcelona.

Os italianos agora esperam uma resposta e apostam em um acordo para que a solicitação seja atendida.

O clima entre Arthur e Barcelona não é bom. Depois de ter sido impedido de ver o jogo entre Barça e Napoli pelas oitavas da Champions, no último sábado, por não ter cumprido o protocolo contra a covid-19, o meio-campista brasileiro teve uma conversa com Abidal, secretário técnico da equipe, no início da semana. O encontro, porém, manteve a situação na mesma.

Segundo a imprensa espanhola, Arthur explicou que não compareceu aos últimos treinos do Barça porque o técnico Quique Setién não o obrigou a jogar nas últimas semanas. Abidal, por sua vez, considerou a ausência 'gravíssima' e avisou que a situação dele não deve ser alterada.

Pelo lado do jogador, a versão é que o time espanhol tem arrastado a resolução dessa novela de forma proposital para desviar o foco de outros problemas vividos pelo Barcelona no momento. Diversos jornais que têm fortes ligações com o clube catalão têm tratado o atleta como o grande vilão da história.

Arthur não joga uma partida pelo Barcelona desde o dia 27 de junho, em partida contra o Celta. Um dia depois, após longa novela, a Juventus oficializou a sua contratação. Desde então, o brasileiro não jogou por motivos que vão desde opção técnica até uma amigdalite. O próprio técnico chegou a afirmar que só o usaria 'se fosse necessário'.

Futebol