PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juca: "Domènec foi muito mal, mas acredito que teve choque de realidade"

Do UOL, em São Paulo

14/08/2020 16h23

A torcida do Flamengo se acostumou a ver um time que poucas vezes foi batido durante o trabalho do técnico Jorge Jesus e esperava a manutenção do jeito de jogar com o substituto Domènec Torrent, mas o catalão promoveu mudanças nas partidas contra o Atlético-MG e o Atlético-GO, mas perdeu ambas, deixando o clube que volta a jogar amanhã, contra o Coritiba, na última posição do Campeonato Brasileiro, sem pontos marcados e sob pressão.

No podcast Posse de Bola #47, o jornalista Juca Kfouri afirma que há uma precipitação por parte de quem já coloca o Flamengo fora da briga pelo título brasileiro e acredita que após as experiências sem sucesso, o técnico deverá voltar com a formação que vinha dando certo antes de sua chegada.

"Eu não estou crucificando o Flamengo ou tirando o Flamengo do páreo como já tem muita gente fazendo. Gabigordo? Calma, espera um pouquinho, o Domenec realmente foi mal, foi muito mal, mas acredito que ele sim teve um choque de realidade e vai passar a se comportar mais direitinho doravante", diz Juca.

Embora o Atlético-MG treinado por Jorge Sampaoli tenha sido o time que mais chamou a atenção nas duas primeiras rodadas do Brasileirão, Juca acredita que ainda é cedo para fazer prognósticos, mas é candidato a título como o esperado antes do início da competição.

"O Galo ainda está longe de ser que eu imagino o Sampaoli queira fazer do Galo e, ao que tudo indica, fará. O que é agradabilíssimo nos times do Sampaoli é que depois de virar um jogo para 3 a 2, você imagina pela cabeça dos treinadores brasileiros, 'está bom, agora segura', não, o Galo até fez o quarto gol, um impedimento milimétrico fez com que o gol fosse anulado, mas o Galo seguiu correndo riscos, tanto que no finzinho o Corinthians quase empata duas vezes", diz Juca.

"É muito cedo para qualquer prognóstico em relação ao que vá acontecer daqui para a frente, mas desde sempre o Atlético-MG era visto por todos nós como um dos candidatos, segue sendo", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol