PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões 2019/2020

Barcelona leva 19 gols em 'surras' nas 4 últimas quedas na Champions

Messi lamenta um dos gols sofridos pelo Barcelona contra o Bayern em jogo da Liga dos Campeões - Manu Fernandez/Pool via Getty Images
Messi lamenta um dos gols sofridos pelo Barcelona contra o Bayern em jogo da Liga dos Campeões Imagem: Manu Fernandez/Pool via Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/08/2020 18h39

O Barcelona sofreu uma goleada história na tarde de hoje (14) ao perder por 8 a 2 para o Bayern de Munique, nas quartas de final da Liga dos Campeões. No entanto, não é a primeira vez que a equipe liderada por Lionel Messi deixa a principal competição europeia após sofrer um alto número de gols - somando os gols sofridos em todas suas últimas quatro eliminações, são 19 gols sofridos em apenas 7 jogos.

Na temporada 2016/17, o time catalão foi eliminado nas quartas de final, após perder o jogo de ida para a Juventus por 3 a 0 - a partida de volta acabou com o placar em 0 a 0. Vale lembrar que essa edição da Champions foi aquela da virada histórica do Barça em cima do Paris Saint-Germain, na qual, o jogo de ida acabou com uma goleada francesa por 4 a 0. Após esta temporada, Neymar deixou o Barcelona e se transferiu justamente para o time francês.

Sem o camisa 10 da seleção brasileira, na temporada 2017/18 o time acumulou outra decepção nas quartas de final da competição: eliminação para a Roma, após vencer o jogo de ida por 4 a 1, no Camp Nou e perder a volta na Itália por 3 a 0. Naquela época muito se falou em uma remontada histórica do time italiano, já que a diferença de qualidade entre os dois elencos era grande demais.

O Barcelona tinha uma campanha muito consolidada no ano passado (temporada 2018/19) e mais uma vez, tinha uma vantagem muito boa sobre o Liverpool, nas semis - uma vitória por 3 a 0 no Camp Nou, perdendo muitos gols no final da partida e um placar que poderia ter sido ainda maior. Porém, mais uma vez o sistema defensivo sofreu um colapso e a vantagem foi cedida aos Reds, que venceram a partida por 4 a 0, e futuramente conquistaram a Liga dos Campeões.

Desta vez, o time dirigido por Quique Sétien não esboçou a menor reação ao poderio ofensivo do Bayern de Munique. Em 30 minutos, a equipe bávara já tinha 4 a 1 a seu favor e no segundo tempo passeou, chegando a goleada de 8 a 2.

O discurso da equipe catalã já é de reformulação em meio aos boatos da possível saída de Lionel Messi, tudo indica que será o fim de um ciclo no Barcelona. Ainda mais com uma equipe que após 11 anos, não conquistou sequer um título - a última vez que isso tinha acontecido na temporada 2007/08.