PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-MG se aproxima de Sasha, que ainda não foi procurado pelo Santos

Eduardo Sasha, atacante do Santos, interessa ao Atlético-MG no mercado da bola - Marcello Zambrana/AGIF
Eduardo Sasha, atacante do Santos, interessa ao Atlético-MG no mercado da bola Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Eder Traskini e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte e Santos

14/08/2020 04h00

O Atlético-MG se aproxima de um acordo com o Santos por Eduardo Sasha. Os mineiros estão dispostos a pagar cerca de 1,5 milhão de euros (R$ 9,51 milhões) para contar com o atacante de 28 anos sem ter que esperar a decisão judicial sobre a tentativa de rescisão na Vila Belmiro. Ainda é possível que o Galo assuma a dívida dos paulistas com o Inter, avaliada em 2 milhões de euros (R$ 12,68 milhões).

Os santistas já deram indícios de que pretendem aceitar os moldes propostos. O Peixe exige que o atleta retire o processo em que pede a rescisão e R$ 15 milhões na Justiça. Porém, não procurou Sasha para tentar o fim da ação trabalhista. Ele quer receber o que julga ter direito para deixar o CT Rei Pelé. Há uma audiência marcada para a próxima terça-feira (18). O estafe desmente qualquer procura do Santos: "A única pessoa que nos procurou até agora foi o senhor William Thomas, que não trabalha mais no clube".

O Atlético ofereceu o pagamento do montante (1,5 milhão de euros) à vista ao Santos. O presidente José Carlos Peres é pressionado internamente para dar o aval à oferta. A intenção é utilizar o valor para abater parte do débito com o Hamburgo, da Alemanha, pela aquisição de Cléber. A pendência impede que o Peixe registre jogadores na CBF. O clube está impedido de contratar como sanção da Fifa.

A dívida que o Galo cogita assumir com o Internacional — 2 milhões de euros — deve ser paga a partir de 2021. O valor foi dividido em prestações e é referente à compra de 50% dos direitos econômicos de Sasha.

Eduardo Sasha é uma indicação de Jorge Sampaoli ao departamento de futebol atleticano no mercado da bola. O argentino trabalhou com o atacante na temporada passada na Vila Belmiro. Na ocasião, ele marcou 14 gols em 34 partidas do Brasileirão e se tornou um xodó do comandante.

Errata: o texto foi atualizado
Diferente do que foi publicado inicialmente, Sasha não descarta retirar ação contra o Santos. Jogador ainda não foi procurado pelo clube paulista.

Futebol