PUBLICIDADE
Topo

Alex deixará ESPN no fim do ano para pôr em prática a carreira como técnico

Do UOL, em São Paulo

11/08/2020 16h29

Depois de uma carreira de destaque como jogador e de um período como comentarista de futebol na ESPN, o ex-meio-campista Alex agora dá os últimos passos para iniciar em outra função, como técnico, motivo pelo qual deixará de trabalhar para a emissora a partir de 2021 e tentará acompanhar de perto o trabalho de outros treinadores, como Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, para agregar informações ao trabalho que pretende fazer.

Em entrevista ao programa Os Canalhas, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana, o ex-jogador, ídolo das torcidas de Coritiba, Cruzeiro e Palmeiras, revela que já pretendia seguir trabalhando com futebol antes mesmo de ser chamado pela emissora e ele acredita que seu próprio período atuando na televisão poderá ser útil na forma de lidar a partir do momento em que estiver efetivamente atuando como técnico.

"É um plano que já tenho há alguns anos. Desde que parei, eu já me imaginava retornar ao futebol, eu só não sabia como, se como gestou ou como treinador. E aí estudando, fazendo os cursos que existem por aqui no Brasil e também fora me mostraram internamente que era melhor eu voltar para campo, então a ideia é essa, de que eu volte de treinador", explica Alex.

"A ida para a televisão também fazia parte disso, porque eu não tinha intenção nenhuma de ir para TV, e a hora que aparecem o Arnaldo [Ribeiro], o [João] Palomino e o [André] Plihal tentando me convencer, eu vi que era uma forma até de entender como é que a parte da imprensa vê o futebol, vê o jogo, vê o dia a dia, então serviria também, como vai servir para mim ali na frente a hora em que eu estiver à frente de um clube. Então a partir do ano que vem não tem mais lógica eu ficar na televisão porque eu vou estar num processo final de retorno aos campos como treinador, mas foi um período legal, foi um período em que eu aprendi bastante", completa.

Aprendizado com Luxemburgo e outros técnicos

Treinado durante um período importante de sua carreira por Vanderlei Luxemburgo durante passagens por Cruzeiro, Palmeiras e seleção brasileira, Alex já conversou com o atual treinador campeão paulista pelo clube alviverde e pretende acompanhar um pouco do trabalho dele e de outros técnicos do futebol brasileiro para adquirir conhecimentos de situações que ele poderá utilizar na nova função.

"Eu quero visitar algumas pessoas, alguns clubes para ver o que esses treinadores estão pedindo para os seus jogadores. Eu quero ver muito pouco de treino, porque treino não existe essa coisa do copia e cola, eu tenho os meus treinos na cabeça, tenho minhas ideias na cabeça, mas eu preciso saber, por exemplo, o que o Vanderlei está pedindo no dia a dia, se o Fernando Diniz me liberar para ter o mesmo momento com ele, eu vou lá e quero ver o que o Fernando Diniz está pedindo, se o Renato liberar eu vou lá e vejo o que o Renato está pedindo", explica Alex.

"A história com o Vanderlei surgiu porque ele foi meu treinador, a gente tem uma amizade muito grande fora, familiar. Já teria que ter ido ao Palmeiras acompanhar isso em alguns dias com ele e ver como é que estava sendo isso, mas a minha ideia é, por isso que falei, a partir de dezembro não posso mais estar na TV até por isso, porque é visitar alguns treinadores, visitar alguns clubes e aí trocar ideia, falar de futebol, ver como é que está o dia a dia, porque tem uma coisa que mudou da minha geração, quando eu jogava, para hoje, é a recepção dos jogadores", completa.

E ao final desse estágio com treinadores que já atuam em grandes clubes brasileiros, o ex-jogador pretende filtrar o que poderá se encaixar na forma como ele imagina que possa trabalhar o futebol como técnico.

"Estar dentro do clube com o Vanderlei, com o Diniz, com o Tiago Nunes, com esses treinadores todos que estão por aí, que me derem a oportunidade de estar acompanhando o dia a dia, isso eu acho que só estou abrindo a mochila e guardando situações, aí eu chego em casa, distribuo na minha mesa e vejo, isso aqui me serve, isso aqui não me serve, que aí são opções individuais, mas isso o Vanderlei já me abriu as portas, eu vou entrar em contato com outras pessoas que eu conheço no futebol e quem me der a oportunidade eu vou agradecer, porque eu acredito que só vou estar aprendendo", conclui.

Além de sua nova carreira como técnico, Alex também fala sobre o trabalho de Luxemburgo no Palmeiras, se está atualizado como alguns questionam, a relevância do título paulista conquistado pelo Palmeiras, o futebol jogado durante a pandemia e os problemas que podem ocorrer até o fim da temporada que vai até fevereiro, além de avaliar situações em relação a Fernando Diniz, técnico do São Paulo, e o trabalho de Jorge Jesus no Flamengo.

Os Canalhas: Quando e onde?

O programa Os Canalhas vai ao ar toda terça-feira, às 14h, em transmissão ao vivo, disponível na home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte no Youtube e no Facebook e Twitter, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana entrevistando personalidades importantes do esporte brasileiro. Inscreva-se no canal Os Canalhas no Youtube para conferir mais de João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana.