PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Luxemburgo despista sobre reforços no Palmeiras e responde crítica de Figo

Vanderlei Luxemburgo em entrevista coletiva virtual no CT do Palmeiras - Cesar Greco/Palmeiras
Vanderlei Luxemburgo em entrevista coletiva virtual no CT do Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Palmeiras

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

10/08/2020 14h05

Classificação e Jogos

Após conquistar o Campeonato Paulista no sábado, o Palmeiras começa hoje (10) a preparação para disputar o Brasileirão - o Verdão visita na quarta o Fluminense. Questionado sobre os planos para o torneio nacional e a chance de ter reforços, o técnico Vanderlei Luxemburgo desconversou na entrevista coletiva desta tarde, em que também rebateu críticas de Luis Figo.

"Toda a parte de elenco, saída ou chegada de jogador, é uma coisa interna. É um trabalho com a comissão técnica e diretoria do que precisa ser feito. A gente entende a pergunta, mas a gente trabalha internamente o que precisa ser feito. O que acontecer, passamos a vocês. Desde que eu trabalho com futebol foi desta forma, ainda mais em um mercado tão ávido e rápido de valorização. Se tiver uma informação de que vou contratar um jogador, de R$ 100 mil passa a valer R$ 1 milhão. Temos de tratar internamente para não ter a hipervalorização que já existe no futebol", afirmou.

O clube no último mês chegou a mostrar interesse no lateral-direito Andrés Herrera, do San Lorenzo (ARG), mas ainda não houve avanço no negócio. Luxemburgo terá, pelo menos, duas novidades para a competição nacional: Luan Silva e Gabriel Veron. O primeiro está fazendo um trabalho de reequilíbrio muscular após machucar a coxa direita, enquanto o garoto formado na base do clube segue em tratamento com o departamento médico. Fabiano, Guerra e Deyverson, hoje fora dos planos, trabalham à parte.

"O Gabriel (Veron) movimenta entre os zagueiros, vai em direção ao gol, o Luan se movimenta muito, saindo pelos lados, com velocidade. Vamos tentar fazer um equilíbrio para ele produzir o que queremos. Contamos com os dois para o Brasileiro, tem os dois, com uma série de meninos, para fazer o grupo do Campeonato Brasileiro", pontuou.

"Agora vamos esquecer e começar a pensar na próxima, o Brasileiro, Copa do Brasil, para brigarmos por uma conquista maior, que é nosso objetivo final. E começamos hoje a trabalhar, a colocar o chip do Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil e jogar fora o do Paulista", reforçou.

Técnico fala sobre críticas de Figo

Pentacampeão mundial e ex-melhor do mundo, Rivaldo fez elogios a Luxemburgo nas redes sociais e o colocou como o melhor técnico de sua carreira. Nos comentários do post, Luis Figo disse que Luxa foi "o pior" - eles trabalharam juntos no Real Madrid em 2004, quando o português perdeu a vaga no time. A relação ruim fez com que o ex-meia escolhesse deixar o clube espanhol rumo à Inter de Milão.

"Sobre o Rivaldo e o Figo, fico preocupado com o que o Rivaldo falou. Reconhecendo como melhor técnico dele, o Figo é coisa normal do futebol. Eu cheguei no Real Madrid no momento que era para ele sair, o clube queria que ele saísse. O jogador não entende que isto faz parte do lado profissional. Não quer dizer que eu tinha mágoa, se ele acha assim, é direito dele. Mas fico com o Rivaldo, ele como o Figo não foi um jogador qualquer. Fico com a versão do Rivaldo. Deixa a versão do Figo quieta para lá", respondeu Luxa.

Palmeiras