PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Luan tinha obrigação de bater o pênalti para o Corinthians, diz Benja

Luan, meia do Corinthians, não participou da disputa de pênaltis na final do Paulista - Rodrigo Coca
Luan, meia do Corinthians, não participou da disputa de pênaltis na final do Paulista Imagem: Rodrigo Coca

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/08/2020 15h18

Classificação e Jogos

Criticado pela torcida do Corinthians após a perda do título paulista para o Palmeiras, o meia-atacante Luan, para Benjamin Back, tinha a obrigação de participar da disputa de pênaltis no Allianz Parque.

Comandando o Fox Sports Rádio de hoje, o apresentador afirmou que a passagem do camisa 7 pelo Alvinegro é "inadmissível" até o momento. Além disso, Benja destacou que, por sofrer o gol de empate na reta final da decisão, o Palmeiras foi para a disputa de pênaltis "emocionalmente abalado".

"Não acho que o Corinthians perdeu por causa do Luan, mas o que o Luan faz no Corinthians é inadmissível. No sábado, ele tinha obrigação sim de bater o pênalti", opinou Benja, que seguiu:

"Zico, em 86, todo estourado numa Copa do Mundo que nem deveria tem ido, bateu pênalti. Em 2000, Marcelinho Carioca bateu pênalti e o Marcos pegou, e não é por causa disso que ele foi perseguido pela torcida do Corinthians. Agora, numa final de campeonato, contra um Palmeiras... O Palmeiras estava em frangalhos psicologicamente. Aquele pênalti no final matou, o Palmeiras estava emocionalmente abalado", destacou Benja.

Após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, o Palmeiras venceu o Corinthians nos pênaltis por 4 a 3. Michel e Cantillo desperdiçaram; Danilo Avelar, Sidcley e Jô converteram.

UOL Esporte vê TV